sábado, 28 de fevereiro de 2015

Miguel Rosa de regresso ao onze

Palmeira e Dantas também já podem ser opção; azuis não vencem pacenses desde 2007/2008

Capturar123O Belenenses recebe o Paços de Ferreira» segunda-feira às 20 horas, num encontro entre sexto e sétimo classificados da Liga, separados apenas por quatro pontos. Uma partida que se revela de extrema importância para os azuis do Restelo na luta pelos lugares europeus e na tentativa de afastar os concorrentes mais diretos.

Para isso, Lito Vidigal já pode contar com Miguel Rosa. O extremo, que cumpriu castigo frente ao Marítimo, é uma das peças fundamentais na equipa, tendo realizado 27 jogos em todas as competições e anotou sete golos.

Além disso, Mário Palmeira e Rodrigo Dantas já recuperaram das respetivas lesões e poderão ser opção para o treinador dos azuis, assim como João Meira, Carlos Martins e Tiago Caeiro, que se treinaram condicionados durante a semana com sintomas de gripe.

O Belenenses, recorde-se, não vence o Paços de Ferreira desde 2007/2008. De resto, o encontro servirá igualmente para desempatar (ou não) o histórico de confrontos entre os dois clubes, já que azuis e pacenses registam oito vitórias cada, num total de 30 jogos, aos quais se somam 14 empates.

por ORLANDO FERNANDES

1Logobola

Defesa já tem Palmeira

O regresso de Palmeira obriga a mudanças na defesa do Belenenses, que esta jornada recebe o Paços de Ferreira

Palmeira está recuperado da lesão que o afastou do jogo com o Marítimo, na passada ronda, e deve voltar ao onze do Belenenses na receção ao Paços de Ferreira, jogando mais uma vez como lateral-direito, apesar de ser central de raiz.

O regresso de Palmeira obriga a mudanças na defesa: Nélson derivará para o corredor esquerdo e Filipe Ferreira será relegado para o banco.

por Miguel Gouveia Pereira

Capturar1

Borrego com oito anos

LIGA EUROPA EM JOGO NO RESTELO

O acesso à Liga Europa na próxima temporada vai estar em jogo no Restelo por ocasião do encontro entre o Belenenses e o Paços de Ferreira, agendado para segunda-feira.

Para os azuis, uma vitória é não só a oportunidade de dar um passo decisivo rumo às competições europeias, como significa também matar um borrego que está a engordar há oito anos, período durante o qual não foi conseguida uma única vitória sobre os homens da Capital do Móvel em Belém.

Com a grande probabilidade de o sexto lugar proporcionar o acesso à Europa, os azuis podem consolidar essa posição, cavando para sete pontos a distância para o seu adversário desta jornada, mantendo a pressão sobre o V. Guimarães, que segue imediatamente acima.

Sem jogadores castigados ou lesionados e garantido que está o regresso de Miguel Rosa à titularidade, o técnico do Belenenses, Lito Vidigal, vai poder apresentar uma equipa na máxima força.

Autor: J.P.A.

Fotos: PAULO CALADO

Capturar01

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

«A nossa única pressão é vestir a camisola do Belenenses» - Palmeira

Depois de ter falhado o jogo com o Marítimo, devido a lesão, Palmeira diz-se pronto para voltar a ser opção no jogo da próxima segunda-feira, frente ao Paços.

«Tinha uma dor no joelho e descansei para poder recuperar para este jogo. Quase de certeza que deverei ser opção», explicou o jogador, que esta tarde foi o porta-voz da ambição do grupo de trabalho.

«O Paços é um a equipa com qualidade, mas queremos ganhar para alargar a nossa vantagem para sete pontos sobre o mesmo adversário», disse, afastando a ideia de a pressão estar do lado da equipa azul:

«O facto de estar a carregar a camisola do Belenenses é a única pressão que temos.»

Palmeira falou ainda sobre Lito Vidigal, desvalorizando os rumores em torno da saída do treinador: «É com ele que vamos até ao fim. Tem a confiança total dos jogadores, é o nosso capitão e ajuda-nos a evoluir todos os dias

por Orlando Fernandes

1Logobola

PALMEIRA AO LADO DE LITO VIDIGAL “ATÉ AO FIM”

A continuidade, ou não, de Lito Vidigal no cargo técnico do Belenenses continua na ordem do dia

Palmeira (na foto), o central adaptado a lateral, garante que o técnico tem o apoio do balneário. “Aos jogadores compete-nos trabalhar com ele até ao fim. Se tem a nossa confiança? Claro que sim, total! É o nosso guia, é quem coordena as peças em campo e nos instrui e nos ajuda a evoluir diariamente.”

por I.R.

Capturar1

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Palmeira: «Seleção Nacional é um sonho»

DEFESA ACREDITA QUE PODE SER CHAMADO

Mário Palmeira falou esta quinta-feira na antevisão ao jogo de segunda-feira, frente ao P. Ferreira, da 23.ª jornada da Liga. O central/defesa-direito está a evoluir bem do toque sofrido num joelho, que o deixou de fora diante do Marítimo. O jogador espera ser titular no lado direito da defesa, lugar ocupado nos últimos jogos por Nélson. 

"Sinto-me bem e espero ser opção para o jogo com o Paços. Senti uma pequena dor no joelho depois do encontro com o Sporting, por isso não defrontei o Marítimo. Não me cabe decidir, compete-me trabalhar para dificultar as escolhas do treinador", vincou.

Palmeira falou também da qualidade do P. Ferreira e das dificuldades que espera encontrar, acrescentando que o objetivo permanência está assegurado e que, por isso, a Europa não está descartada. "Vamos defrontar uma equipa com qualidade mas queremos aumentar em 7 pontos a vantagem para o nosso adversário. A única pressão que sentimos é a da camisola que representamos.  O objetivo era a manutenção, agora pensamos apenas em divertirmo-nos no campo".

Palmeira referiu-se ainda aos rumores da saída de Lito Vidigal e abordou o excelente ambiente no balneário dos azuis: "O Lito ajuda-nos muito a evoluir de dia para dia, ele está connosco até ao fim. É um clube com um excelente ambiente e ideal para evoluir como jogador."

Mário Palmeira finalizou a conferência pedindo aos adeptos que apoiem mais a equipa. "Merecemos mais carinho por parte dos adeptos. Apelo a que compareçam no jogo frente ao Paços", pediu o defesa, não esquecendo o objetivo de representar a Seleção Nacional: "É um sonho. Compete-me trabalhar muito para alcançar esse objetivo, mas sei que é muito difícil"

Autor: JOÃO PEDRO ABECASIS

Fotos: MIGUEL BARREIRA

Capturar01

LITO TEM PLANTEL REFORÇADO

219879_galeria_p_ferreira_v_belenenses_primeira_liga_j6_2014_15.jpgLito Vidigal pode respirar de alívio para a receção ao Paços de Ferreira, segunda à noite, no fecho da jornada 23, porque Palmeira e Rodrigo Dantas devem recuperar para o desafio, tal como Tiago Caeiro e João Meira, que ontem não se treinaram por estarem constipados. E como Miguel Rosa já cumpriu castigo, o treinador só não pode contar com o lesionado Filipe Mendes.

por IRENEU RIBEIRO

Capturar1

STURGEON PORQUE GOSTO DESTE JOGADOR?

ATENÇÃO A… - CRÓNICA DE LUÍS FREITAS LOBO - PLANETA DO FUTEBOL

Capturar112É um jogador de quem gosto muito mas não consigo dizer porquê. Isto é, em campo, Sturgeon transmite-me sempre boas sensações (atitude e jogo), mas quando tento definir exatamente as qualidades que me fazem ver nele um bom jogador sinto dificuldade em especificá-las.

Tanto joga numa ala (parecendo extremo) como no meio, atrás do ponta de lança ou mais à frente. Vagabundeia por todo esse espaço entre linhas. Não consigo dizer verdadeiramente qual a sua posição, para além da definição global de avançado. Se calhar, é mesmo por isso que gosto dele, por ser imprevisível nos espaços e depois, em qualquer deles, meter sempre um traço de raça que, vê-se depois, também trata bem a bola, embora não seja um tecnicista.

Pode ser. Mas, tentando projetar o verdadeiro jogador de top que acho que Sturgeon, 21 anos, pode ser a nível de equipa grande, sinto a necessidade (como em todos os jogadores) de, podendo depois andar por onde quiser, lhe definir uma posição preferencial para o colocar.

Porque, neste dilema para definir Sturgeon, o que me causa mais desconforto é, às vezes, a primeira palavra a vir-me à cabeça para o definir é ser “lutador”. E não gosto de elogiar (ou começar a elogiar) um jogador pelo que luta antes do que pelo que joga. Sobretudo porque Sturgeon joga muito.

Neste bom Belém de Lito como no mais sofredor da época passada, podia ter um papel mais especializado no modelo e sistema. Admito que para a equipa até seja melhor este seu lado móvel. Para a sua solidificação a “top” acho que seria melhor essa especialização para definir melhor as boas sensações de Sturgeon.

Capturar123Capturar1

Ricardo Dias: «Sinto que tenho de continuar a lutar»

JOGADOR AGARROU LUGAR MAS NÃO SE ACOMODA

Entrou na segunda parte do jogo que o Belenenses venceu em Guimarães, por 1-0, apareceu pela primeira vez a titular no empate frente ao Sporting, no Restelo, e manteve o estatuto na vitória conseguida diante do Marítimo (2-1), na Madeira. Falamos de Ricardo Dias, jogador que completou ontem 24 anos e que, apesar do bom momento, não dá por garantida a titularidade no meio-campo dos azuis.

A verdade é que com o jogador contratado ao Beira-Mar em campo o Belenenses não sabe o que é perder. Coincidência? O médio desvaloriza o facto e mostra determinação. “Quando cheguei, a equipa estava também em boa posição. Treinei-me durante dois meses sem jogar e considero ter-se tratado de um período importante para a minha integração, depois de uma fase mais complicada em Aveiro. As oportunidades surgiram e as coisas estão a correr bem, mas sinto que tenho de continuar a lutar, porque a concorrência é forte”, sublinha.

Por falar em concorrência, Ricardo Dias reencontrou Pelé no Restelo, um companheiro da Seleção vice-campeã do Mundo de sub-20 na Colômbia, em 2011. “É um bom colega e um grande profissional. Damo-nos bem dentro e fora do campo”, afirma, dando a ideia de que ambos podem atuar no centro do meio-campo em qualquer ocasião.

Projeção

Formado no FC Porto e com contrato válido até ao final da temporada 2017/18, Ricardo Dias sente que está num clube que lhe dá mais visibilidade, mas por enquanto só quer ajudar os azuis “a chegar longe”. “Estive na Seleção nos escalões jovens, mas neste momento só me preocupo em ajudar o Belenenses. Tenho de aproveitar este momento para evoluir como jogador e como pessoa”, conclui.

Autor: JOÃO PEDRO ABECASIS

Fotos: MIGUEL BARREIRA

Capturar01

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Gripe faz mossa em Belém

O treino do Belenenses ficou marcado por alguns jogadores que foram afetados com sintomas gripais

Carlos Martins

João Meira ficou de fora por causa de uma gripe, assim como Tiago Caeiro que teve de sair logo no início da sessão pelo mesmo motivo.

Mais tarde, o médio Carlos Martins ainda conseguiu realizar a primeira parte do treino, mas depois começou com dores de cabeça e ficou de fora da peladinha.

Mário Palmeira e Rodrigo Dantas prosseguiram a recuperação das respetivas lesões. O primeiro será integrado no treino de quinta-feira e o segundo na sexta-feira.

O guarda-redes Filipe Mendes continua igualmente a recuperar da longa lesão e fez alguns exercícios com bola e corrida.

por Orlando Fernandes

1Logobola

«Felizmente a oportunidade surgiu» – Ricardo Dias

Ricardo Dias

O médio Ricardo Dias, que foi inscrito pelo Belenenses no mercado de inverno, está satisfeito por ter garantido a titularidade nos dois últimos jogos (Sporting e Marítimo).

«Já estava a treinar há dois meses e foi um período importante para a minha integração na equipa. Agora, felizmente a oportunidade surgiu. Acho que as coisas estão a correr bem e espero que assim continue», afirmou Ricardo Dias.

O médio deu o salto na carreira do Beira-Mar para o Belenenses.

«Passei uma fase complicada em Aveiro e aqui no Belenenses tenho outra visibilidade. É um clube com outra visibilidade e história, onde as pessoas acompanham com mais atenção

Ricardo Dias também abordou os objetivos para a presente temporada.

«Quero ajudar o clube com vitórias e com o meu trabalho, que seja possível ganhar os jogos que temos pela frente e chegar o mais longe possível

por Orlando Fernandes

1Logobola

Palmeira e Dantas recuperáveis

Defesa e médio falharam jogo com o Marítimo; Paços de Ferreira é o próximo adversário

219866_galeria_p_ferreira_v_belenenses_primeira_liga_j6_2014_15.jpgDepois da vitória suada frente ao Marítimo. Lito Vidigal concedeu dois dias de folga ao plantel. Assim, os azuis começam hoje a preparar a rececão ao Pacos de Ferreira, encontro que ira encerrar a 23.ª jornada da Liga, marcado para segunda-feira, às 20 horas

O defesa Mário Palmeira e o médio Rodrigo Dantas, que não viajaram para a Madeira por estarem lesionados, continuam a recuperação para estarem aptos para o próximo desafio.

Na primeira volta, recorde-se, o Belenenses saiu derrotado da Mata Real por 0-2. Na altura, a primeira derrota fora de portas do conjunto do Restelo.

Capturar123

por ORLANDO FERNANDES

1Logobola

Revolução ao quadrado

À 22.ª jornada azuis do Restelo têm o dobro da pontuação e de golos marcados em relação à época transata | Neste século melhor registo só quando Lito Vidigal ainda era... jogador

capturar011Parece indiscutível que a presente temporada do Belenenses está condenada. .. ao sucesso. Garantida a permanência no principal escalão do futebol português, o grande objetivo da época, o clube do Restelo tem legitimas aspirações para pensar em alcançar um lugar que dê acesso às competições europeias e tem motivos de sobra para se orgulhar do que tem conquistado até ao segundo terço do campeonato.

Assim, com a vitória (2-1) do último domingo sobre o Marítimo, os azuis somam 34 pontos e ocupam um brilhante sexto lugar à passagem da 22.ª jornada da liga. Precisamente o dobro (!) da pontuação na mesma fase da temporada transata, fruto de nove vitórias — o triplo de 2013/2014 — e sete empates. Mas não é só. O Belenenses tem igualmente o dobro dos golos marcados (22), contra os 11 da última época.

Um registo que diz bem da revolução que houve no Restelo. De facto, os números falam por si e tem de se tirar o chapéu ao treinador Lito Vidigal e à sua equipa técnica, assim como a todo um plantel composto, na sua grande maioria, por jogadores portugueses e, para além disso, com um dos orçamentos mais baixos da Liga.

MELHOR SÓ EM 2000/2001

Capturar12345Com efeito, esta é uma das melhores épocas do século para o clube do Restelo. É necessário recuar até 2000/2001 para se encontrar um registo superior ao desta temporada.

Sob o cornando técnico de Marinho Peres, os azuis ocupavam igualmente a sexta posição à passagem da 22.ª jornada, com 36 pontos e viriam a terminar o campeonato na sétima posição.

Curiosamente, numa altura em que Lito Vidigal cumpria a sua penúltima temporada com a camisola da cruz de Cristo.

por ORLANDO FERNANDES

1Logobola

Andebol: JOVEM DE 18 ANOS DEIXOU O BELENENSES

Hélder Silva no Sporting

Depois da polémica, com o Belenenses a acusar o Sporting de aliciamento, confirmou-se a ida de Hélder Silva, de 18 anos, para o Sporting, clube que pode utilizar hoje o ainda júnior frente ao Xico Andebol. Hélder Silva, formado no Torreense, era goleador no Nacional de juniores.

Capturar01

SÓCIOS SÓ PAGAM 5 EUROS

219855_galeria_p_ferreira_v_belenenses_primeira_liga_j6_2014_15.jpgO sexto lugar da equipa de Lito Vidigal está a criar um clima de euforia entre os adeptos do Belenenses, que prometem comparecer em força no Restelo.

Para a receção ao Paços de Ferreira, na segunda-feira à noite, no fecho da ronda 23, a SAD disponibilizou bilhetes dos cinco euros (sócio) aos 15 euros (bancada central), sendo que os menores de 18 anos têm entrada livre.

por I.R.

Capturar1

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

0 sonho azul não tem limites

Sexto lugar abre portas da Europa | Bayern foi último adversário | Jesus era o treinador

Capturar1234441Espanta-se quem apontava o Belenenses como uma das equipa do lote das que iria andar por baixo a lutar pela manutenção e rejubilam-se os que, desde o início, acreditaram nesta equipa. A verdade é que jornada a jornada, tal como o ditado popular de que de grão a grão enche a galinha o papo, os azuis do Restelo têm amealhado pontos que, neste momento, os colocam na sexta posição da tabela classificativa e com boas perspetivas de que as portas da Europa se abram.

O exercício de cálculo até é fácil. Vejamos: os três primeiros classificados da Liga têm acesso à Champions, os quarto e quinto à Liga Europa e o sexto lugar pode dar acesso à Europa caso o vencedor da Taça de Portugal (Sporting, SC Braga, Nacional ou Rio Ave) se classifiquem num dos cinco primeiros lugares.

A dez jornadas do final do Campeonato as posições começam a consolidar-se e só uma reta final muito desastrada poderia deitar por terra o sonho das azuis que torcem por SC Braga e Sporting no Jamor.

EM 2007/2008 SAIU-LHES A FAVA

Capturar12344410Capturar12344412

É preciso recuar-se à temporada 2007/2008 para encontrar--se o nome do Belenenses nas competições europeias, depois de conquistado o 5.º lugar na época anterior, sob o comando técnico de Jorge Jesus.

Contudo, o sorteio da 1.ª eliminatória da Taça UEFA, realizado a 31 de agosto de 2008, foi pouco simpático e saiu a fava ao Belenenses: o Bayem Munique.

Na primeira mão, na Alemanha, os azuis saíram derrotados, por 0-1, e no Restelo perderam, por 0-2. A BOLA falou Costinha, José Pedro, Cândido Costa e Silas, quatro jogadores que faziam parte do plantel, que recordaram esses dois jogos, sendo unânime a opinião de que «o Bayem tinha uma super equipa».

A título de curiosidade diga se que o maior feito do Belenenses nas competições da UEFA aconteceu em 1988/1989, com duas vitórias (por 1-0 fora e em casa), diante dos alemães do Bayer Leverkusen, tendo-se apurado para a segunda ronda.

ELOGIOS AOS JOGADORES

Silas diz-se um adepto atento ao percurso atual percurso do Belenenses e através de A BOLA fez questão de deixar uma mensagem aos atletas.

«Quero deixar uma palavra de apreço aos jogadores. Na sequência de tantas declarações acerca da mais valia do plantel têm dado excelente resposta em campo. Eles é que andam ali dentro e constroem as vitórias e há que lhes dar valor, pois não têm sido devidamente reconhecidos.»

Lito já falou sobre a Europa

Em dezembro último, o site da UEFA entrevistou Lito Vidigal que, apesar de ciente das limitações, não descartou a hipótese de o Belenenses voltar à Europa: «Tentamos fazer das fraquezas forças para o Belenenses voltar às noites europeias, mas gostava que estivéssemos presentes numa final da Taça de Portugal. Seria fantástico. Mas isso são desejos, sonhos, a realidade é outra coisa

Na final da Taça de Portugal, esta época, já não estará, mas a Europa pode ser um sonho tornado realidade.

por FILIPA REIS

1Logobola

Belenenses soma mais 17 pontos!

Enorme diferença azul, à 22.ª jornada, nos dois últimos campeonatos

CapturarlitoO Belenenses vai de vento em popa:

5.º lugar a três pontos da Liga Europa, 34 pontos somados, equipa que mais progrediu da época passada para esta. Há um ano, à mesma 22.ª jornada, era antepenúltimo com apenas 17. Agora tem o dobro. Em 2006/07 (Jorge Jesus) e 2001/02 (Marinho Peres) tinha os mesmos 34 pontos e só em 2000/01 (Marinho Peres) subia para 36 pontos na mesma fase da prova.

1Logobola

Bilhetes para o Belenenses - Paços de Ferreira

Na próxima Segunda-Feira todos os caminhos vão dar ao Restelo! Jogamos frente ao Paços de Ferreira mais um importante jogo do nosso campeonato e contamos com o apoio de todos!

Os preços dos bilhetes são:

Sócios - 5€;
Acompanhante - 5€;
Bluecard - Entrada Livre;
Menores de 18 - Entrada Livre;

Central Nascente - 15€;
Lateral Nascente - 10€.

Os bilhetes estarão à venda na Secretaria a partir de quinta-feira.
Unidos, Invencíveis!

osBelenensesSAD

Clube pressiona SAD a manter Lito

Patrick Morais de Carvalho considera que o treinador deve ficar no clube pelos bons resultados

10516641_778116185563490_6366596158335163671_nLito Vidigal continua a surpreender na I Liga, mantendo a equipa no sexto posto, a apenas três pontos do quinto, ocupado pelo V. Guimarães, isto quando o objetivo inicialmente traçado era a... permanência.

O treinador poderá, no entanto, sair no final da época, atendendo à relação tensa que mantém com o presidente da SAD, Rui Pedro Soares. Uma situação que está a gerar desconforto junto dos jogadores, adeptos e... presidente do clube.

Patrick Morais de Carvalho, em declarações à Rádio Renascença, recordou os bons serviços que o técnico, 45 anos, tem prestado ao clube. “Para além de ter evitado a descida na época passada e de ter aberto outros horizontes ao clube, o Lito tem feito um trabalho notável nesta temporada. E esse trabalho, de qualidade, deve ser reconhecido, enaltecido e premiado. Não vemos nenhuma razão para a não continuidade do Lito Vidigal.” E mais, o dirigente espera ser tido e achado numa decisão. “Se formos chamados a opinar,teremos uma opinião muito positiva. E ele próprio é um belenense”, destacou.

Lito Vidigal premiou a equipa com dois dias de folga, pelo que só amanhã o grupo voltará aos treinos.

por IRENEU RIBEIRO

Presidente espera da Câmara tratamento igual ao que for dado ao Benfica

Os responsáveis do Belenenses vão estar atentos à decisão da Assembleia Geral da Câmara Municipal de Lisboa sobre a possibilidade de isentar o Benfica do pagamento de 1,8 milhões de euros em taxas urbanísticas

Patrick Morais de Carvalho

«A posição do Belenenses é clara: no futuro exigirá igual tratamento. Entendemos que se deve cumprir a Lei, acreditamos que vigorará o bom senso e, o que vier a ser determinado pela Assembleia Municipal e pelo executivo relativamente ao Benfica, acabará por fazer doutrina em relação aos outros clubes», disse Patrick Morais de Carvalho em declarações à rádio Antena 1.

O presidente do clube do clube do Restelo lembrou que, «para instituições de utilidade pública», existe a possibilidade de «redução de 50 por cento das taxas municipais ligadas aos índices de construção».

1Logobola

Presidente do Clube na Renascença

PATRICK MORAIS DE CARVALHO

Patrick Morais de Carvalho, presidente do Clube de Futebol “Os Belenenses”, foi convidado pela Rádio Renascença para analisar o actual momento da equipa de futebol na edição das 12h40 do programa “Bola Branca”, tendo sido questionado sobre a continuidade de Lito Vidigal e os objectivos para esta temporada.

Ouça de seguida a intervenção do presidente do Clube.

Capturarsitebelenenses

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Os Melhores Adeptos: Episódio 59 2015/02/22 VFC 0-1 Penafiel | Marítimo...


Os Melhores Adeptos: Episódio 59 2015/02/22 VFC 0-1 Penafiel | Marítimo...: Clique aqui para ouvir o Episódio 59 Dia de perguntas dos nossos ouvintes para Os Melhores Adeptos responderem. Análise à jornada 22...

Na Madeira, azuis descobrem vista privilegiada para Europa

Conjunto do Restelo volta a ganhar fora e aproxima-se dos lugares europeus | Equipa de Lito Vidigal surpreendeu uma formação madeirense sem rasgo | Todos os golos de bola parada

Capturar1234O Belenenses venceu no terreno do Marítimo, depois de também ter derrotado o Vitória em Guimarães e ter empatado com o Sporting no Restelo. Os azuis ficaram mais próximos do quinto lugar e tal significa que passam a incomodar os vimaranenses e entram definitivamente pela luta de uma vaga nas provas europeias. Pior está a vida dos madeirenses que voltam a perder em casa e complicam contas próprias.

Apesar do golo decisivo ter surgido no último minuto, enganem-se todos aqueles que possam pensar que o desafio foi animado e empolgante. Basta dizer que os golos resultaram de três lances de bola parada (dois livres e um penalty). Este dado é bem esclarecedor sobre aquilo que foi sucedendo, porque foram raríssimas as situações de perigo criadas através do desenrolar de outro tipo de jogadas.

O encontro começou lento, com as duas formações a estudarem-se durante demasiado tempo e quase parecia ser expressamente proibido arriscar ou tentar criar qualquer lance que fugisse daquilo que tinha sido planeado e passado para o papel ou para um suporte tecnológico, tão em moda pelas equipas técnicas.

Estando a jogar em casa, o Marítimo procurou algo mais do que o empate, mas querer não é poder e apesar de as madeirenses acabarem o jogo com mais unidades na linha da frente a equipa foi se desligando, algo que foi muito bem aproveitado pelo adversário.

Capturar123

O Belenenses passou a ser mais forte a meio campo e a ensaiar ataques muitos rápidos — foi num desses lances que acabou por conseguir o penalty e chegar ao golo do triunfo.

O ÁRBITRO VASCO SANTOS

Trabalho com um erro e grave, quando Alex Soares caiu simulando falta: é que desse livre nasceu o golo do Marítimo. Não teve influência no resultado porque o Belenenses chegou ao 2-1 num penalty bem assinalado.

Capturar12344

LITO VIDIGAL GARANTE AMBIÇÃO

Apesar da manutenção estar já assegurada, treinador do Belenenses quer mais vitórias

Apesar do objetivo principal da temporada, manutenção, estar há muito assegurada, a verdade é que o treinador do Belenenses garante que a ambição da equipa vai continuar no que resta do campeonato. Sem querer apontar o quinto lugar, o certo é que essa é mesmo a meta que se segue no horizonte da equipa do Restelo.

«O objetivo que definimos desde o início do campeonato era a manutenção e felizmente que já o conseguimos, contudo somos ambiciosos. Temos que continuar a trabalhar e a procurar a melhor classificação. Vamos continuar a entrar em todos os jogos com o objetivo de conquistarmos os três pontos. Não vamos perder ambição no que resta do campeonato apenas porque já conseguimos o objetivo que tínhamos definido», avisou Lito Vidigal.  por O.V.

Capturar123

Site Meter

Mapa Mundo


contador visitante

Visitas do Mundo!

Mapa Mundo - Hora Mundial