sábado, 22 de Novembro de 2014

João Afonso e Camará espreitam lugar

DEFESA-CENTRAL E AVANÇADO DEVEM REGRESSAR AO ONZE

João Afonso e Abel Camará deverão ser as novidades no onze que Lito Vidigal vai lançar em campo frente ao Trofense para tentar seguir em frente na Taça de Portugal.

O defesa não tem sido primeira opção da equipa técnica, mas é provável que refaça a dupla com João Meira no eixo da defesa dos azuis, à semelhança do que aconteceu em algumas partidas de épocas anteriores. Abel Camará, por seu lado, iniciou esta temporada a titular, mas perdeu o estatuto depois de se ter lesionado, devido a uma facada nas costas. Já refeito, tem agora a oportunidade de convencer Lito Vidigal.

De resto, o técnico dos azuis não deverá promover grandes alterações. A experiência vivida no jogo da terceira eliminatória frente à AD Oliveirense desaconselha grandes poupanças.

Dantas mais perto

O acordo entre o Belenenses e Rodrigo Dantas com vista à renovação de contrato parece estar em vias de se concretizar. Depois de no início das negociações se ter pensado que seria difícil um entendimento, as partes estão agora mais perto.

Ainda a propósito, a SAD encontra-se também a negociar a renovação de Filipe Ferreira e mais alguns elementos.

Inundações no Restelo

As chuvadas que caíram em Lisboa nos últimos dias deixaram marcas nos balneários e nas instalações da SAD do Belenenses, já que provocaram inundações em vários departamentos.

Lito Vidigal, o diretor desportivo José Luís e vários elementos do grupo de trabalho resolveram o problema sempre com boa disposição.

Autor: JOÃO PEDRO ABECASIS

Capturar01

Ventura é exceção no onze habitual

O guarda-redes do Belenenses deve ser a novidade frente ao Trofense. Lito Vidigal não acredita em facilidades e vai jogar com os melhores


Ventura volta a ter nova oportunidade na baliza do Belenenses

Lito Vidigal, treinador do Belenenses, não acredita em adversários mais fracos e afirma que o favoritismo tem de se mostrar dentro de campo, mesmo se esta tarde a equipa, quarta classificada da I Liga, enfrenta o Trofense, que ocupa o último lugar da II Liga.

Logo, a despeito de o opositor ser lanterna vermelha num escalão inferior, o técnico que orienta a formação de Belém vai apostar praticamente na mesma equipa que triunfou diante de Boavista e Moreirense, apenas com uma alteração na baliza: a exemplo do que aconteceu na eliminatória anterior, contra a Oliveirense, Ventura deve voltar a defender as redes dos azuis do Restelo, efetuando o terceiro jogo oficial pelo emblema, enquanto Matt Jones, guarda-redes habitualmente titular, descansa para o próximo jogo do Liga, ante o Arouca.

Para a deslocação à Trofa, Lito Vidigal escolheu 19 jogadores e, comparativamente com a convocatória anterior, contra o Moreirense, entram o médio Rodrigo Dantas e o avançado Mailó e sai o extremo Adilson.

O primeiro até pode entrar no onze, mas tendo em conta que o brasileiro recuperou há pouco tempo de uma lesão muscular, é mais provável que seja Pelé a integrar o triângulo de meio-campo do Belenenses, juntamente com Bruno China e Fábio Sturgeon.

Filipe Ferreira ainda sem ritmo fica de fora

Filipe Ferreira vai falhar hoje o quarto encontro consecutivo pelo Belenenses, apesar de já estar recuperado da lesão muscular que o afastou das partidas anteriores e de ter treinado integrado com o plantel nas últimas duas semanas.

A razão para a ausência prende-se com o facto de o lateral-esquerdo ainda não ter o ritmo de jogo desejado pelo treinador Lito Vidigal, que prefere guardá-lo para a receção ao Arouca, a contar para a I Liga.

De resto, o guarda-redes Filipe Mendes, operado esta semana ao ligamento cruzado anterior do joelho direito, é o único ausente por lesão.

por MIGUEL GOUVEIA PEREIRA

Capturar1

Lito na Bola TV

LITO FOI O CONVIDADO DO PROGRAMA QUINTA DA BOLA

Capturar123

Capturar12

sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

Lito Vidigal chama 19 para viagem à Trofa

O treinador do Belenenses, Lito Vidigal, divulgou a convocatória para a partida de sábado – frente ao Trofense, referente à quarta eliminatória da Taça de Portugal –, composta por 19 jogadores

Capturaradoliveirense_thumb[3]Em relação à última convocatória, é de salientar a saída de Adilson e as entradas de Rodrigo Dantas e de Mailó.

Convocatória completa:

Guarda-redes: Matt Jones e Hugo Ventura;

Defesas: Gonçalo Brandão, João Afonso, João Meira, Nélson e Palmeira;

Médios: Bruno China, Pelé, Rodrigo Dantas, Tiago Silva, Miguel Rosa, Abel Camará, Fredy, Fábio Nunes e Fábio Sturgeon;

Avançados: Deyverson, Mailó e Tiago Caeiro

Redação

Capturar12

Sturgeon confiante para a Trofa

Fábio Sturgeon fez a antevisão do encontro frente ao Trofense para a Taça de Portugal. Apesar de mostrar respeito pelo adversário, o avançado português, de 20 anos, mostrou-se confiante.

«Somos favoritos, mas temos de o mostrar dentro de campo. Com a nossa atitude, querer e vontade, vamos passar a eliminatória», afirmou, em declarações que pode ler em A BOLA.

Redação

Capturar12

“Fiquei orgulhoso nos sub-21”

Sturgeon está feliz pela primeira internacionalização | Agora espera dificuldades com o Trofense

CapturarimagemsturgeonFábio Sturgeon estreou-se na passada semana com a camisola dos sub-21 portugueses, contra a Inglaterra, fruto da aposta de que tem sido alvo no Belenenses, e quer continuar a merecer a chamada. “Sinto-me feliz e orgulhoso por ter representado o meu país. Ir à Seleção A? Ainda não penso nisso, quero ir passo a passo e estar concentrado”, afirmou Sturgeon.

Para já, a prioridade é pensar no jogo de sábado na Trofa, para a Taça de Portugal. “Vai ser complicado com o Trofense, pois a sua classificação não espelha o valor da equipa. Mas somos favoritos e temos de o mostrar. Queremos passar esta fase”, garantiu o avançado. Sobre o mau tempo que agora se sente poder afetar a qualidade de jogo do Belenenses, o atacante desvalorizou. “Não influencia nada. Temos revelado sempre grande espírito de equipa, independentemente do tempo”, disse.

Motivado por ter a confiança de Lito Vidigal, Sturgeon incentivou os juniores – como ele também já foi no Belenenses – a terem persistência: “Têm de continuar a trabalhar e, quando menos esperarem, estarão nos seniores.”

por P.M.A.

Capturar1

quinta-feira, 20 de Novembro de 2014

Sturgeon: «Temos de provar o favoritismo em campo»

CAUTELOSO PARA O JOGO COM O TROFENSE

Fábio Sturgeon prevê dificuldades na partida da 4.ª eliminatória da Taça de Portugal ante o Trofense, agendada para sábado, às 18 horas.

"Vai ser um jogo complicado contra uma equipa com qualidade e experiência. Somos favoritos mas temos de o provar em campo. Com atitude, vontade e querer podemos passar esta fase", referiu o jogador, dizendo ainda que não teme o estado do terreno do adversário depois do mau tempo dos últimos dias.

"Isso não vai influenciar. Temos revelado um grande espírito de equipa e isso vai continuar a acontecer", comentou.

Sturgeon abordou igualmente a estreia pela seleção de sub-21 frente à Inglaterra: "Estou muito feliz e orgulhoso por ter representado o meu país e fisicamente estou bem. Quero fazer o melhor pelos sub-21 e mais lá para a frente é que vou pensar na seleção A".

Apesar de o pai ser inglês, Sturgeon disse que jogar em Inglaterra foi "como se estivesse a jogar noutro país qualquer" e preferiu realçar o seu percurso no clube, que pode ser "um exemplo para os mais jovens".

"Quando era júnior também sonhava e o que é preciso é acreditar sempre", concluiu.

Autor: JOÃO PEDRO ABECASIS

Fotos: LUÍS VIEIRA

Capturar01

Os Melhores Adeptos: Episódio 46 2014/11/19 : Seleção e Taça de Portuga...


Os Melhores Adeptos: Episódio 46 2014/11/19 : Seleção e Taça de Portuga...: Clique aqui para ouvir o Episódio 46 Neste programa vamos falar da jornada de qualificação da seleção nacional para o Euro2016 que fez ...

Sapunaru tem proposta para entrar no Restelo

Internacional romeno está sem clube, após ser despedido pelo Elche o Lateral-direito, de 30 anos, jogou quatro temporadas no FC Porto

Capturar1234445SAPUNARU pode regressar a Portugal já em janeiro, para jogar no Belenenses. O lateral direito romeno, de 30 anos, que se encontra sem clube, tem em mãos proposta do clube azul.

O defesa está desejoso de voltar a competir, depois dos espanhóis do Elche lhe terem movido um processo e despedido. Sapunaru não aceitou a rescisão e enviou o caso para a FIFA, mas ficou sem clube para jogar esta época.

Neste momento, o jogador procura manter a condição física junto do plantel do Rapid Bucareste, clube do seu coração, que representou durante vários anos e onde conta com uma grande legião de adeptos.

A possibilidade de garantir um jogador livre, ou seja, sem quaisquer castos adicionais, despertou o interesse do Belenenses, que não perdeu tempo nos contactos com o futebolista, que também tem propostas de outros clubes estrangeiros.

Sapunaru já foi sondado pelo clube do Restelo e está a analisar a possibilidade de regressar a Portugal, dois anos e meio depois de ter deixado o FC Porto. O internacional romeno esteve quatro anos ao serviço dos dragões (foi um dos envolvidos no rocambolesco episódio do túnel da Luz), mas pelo meio teve um regresso aos romenos do Rapid Bucareste. Depois mudou-se para os espanhóis do Saragoça e no ano passado representou o Elche.

por PEDRO MANUEL COUTO

Capturar12

Filipe Mendes tem alta hoje

O guarda-redes Filipe Mendes, que recentemente se lesionou com gravidade, foi, ontem, operado com sucesso ao ligamento cruzado anterior do joelho direito e terá alta ainda no decorrer do dia de hoje

10662095_719404894812893_7793425863877608267_o (1)O guardião português terá uma longa recuperação pela frente e, devido a este infortúnio, tem o resto da época em risco.

Recorde-se que Filipe Mendes realizou apenas uma partida nesta temporada, onde foi decisivo na passagem dos azuis à fase de grupos da Taça da Liga, após não ter sofrido golos durante os 90 minutos e ao defender duas grandes penalidades na eliminatória frente ao Académico de Viseu.

Desta maneira, o guarda-redes e a única baixa no conjunto de Lito Vidigal para o encontro de sábado, na deslocação à Trofa. onde o clube do Restelo enfrenta o Trofense, em jogo da 4.ª eliminatória da Taça de Portugal.

De resto, Fábio Sturgeon regressou dos Sub-21 integrou sem limitações as sessões de treino e será opção para atacar a passagem aos oitavos de final da competição.

Fredy também está de regresso, depois de ter representado a seleção angolana nos empates frente ao Gabão (0-0) e Burkina Faso (1-1).

por ORLANDO FERNANDES

Capturar12

Está tudo a postos para caminhada das Salésias

A caminhada do Belenenses, que tem como objetivo celebrar o regresso às Salésias – local onde o clube teve o seu primeiro estádio, com relvado (na altura inédito em Portugal), – é já no dia 8 de dezembro

Capturarimagemcorridasalesias

E está tudo a postos para a festa. Na apresentação do evento, que decorreu ontem, esteve presente o cantor Luís Represas, que é um grande adepto da equipa de Belém, e o treinador de futebol Nelo Vingada, entre outras figuras públicas.

A inscrição para esta prova pode ser feita na secretaria do clube e tem o preço de 6 euros, com oferta de uma t-shirt.

Capturar01

Tiago Duque reforço garantido para janeiro

ESTÁ CEDIDO AO ATLÉTICO ONDE SE TEM DESTACADO

Capturarimagemtiagoduque
Defesa-central já conseguiu o estatuto de titular indiscutível na equipa da Tapadinha

Tiago Duque, defesa-central contratado ao Benfica no decorrer da última temporada e que se encontra cedido ao Atlético, vai integrar o plantel do Belenenses a partir de janeiro. O defesa junta-se, assim, a Pedro Cavadas, Carlos Martins, Ricardo Dias e Diogo Ribeiro, jogadores contratados recentemente e que só podem alinhar oficialmente em 2015.

O regresso de Tiago Duque – que terá a oportunidade de se estrear na Liga principal – insere-se numa remodelação que Lito Vidigal e a SAD estão a levar a cabo a pensar naquilo que falta desta temporada. Duque, refira-se, é titular indiscutível no Atlético, atua no lado esquerdo do eixo defensivo e está rubricar boas exibições desde o início desta época.

No sentido inverso, estão praticamente definidas algumas dispensas, três delas também no sector defensivo. Falamos de André Teixeira, Serginho e Kaká. O primeiro será emprestado, o segundo – contratado quando se soube que Palmeira seria mais utilizado na lateral – regressa ao Benfica e, finalmente, Kaká será transferido, havendo já propostas em cima da mesa.

Ainda de saída, e igualmente a título definitivo, estão Adilson e Mailó. Nenhum dos dois jogadores conseguiu impor-se no Restelo. Adilson regressou esta época depois do empréstimo ao U. Madeira, mas tem sido pouco utilizado, enquanto o cabo-verdiano Mailó, contratado no início da temporada ao Leixões, não está a conseguir convencer Lito Vidigal. Aliás, o Belenenses está a estudar algumas propostas que chegaram para os jogadores em causa.

Lito invicto com Trofense

Entretanto, Lito Vidigal continua a preparar a equipa para a deslocação à Trofa em jogo relativo à 4.ª eliminatória da Taça de Portugal e a história joga a seu favor. É que em três jogos oficiais nunca perdeu com o Trofense (duas vitórias e um empate). Caso o Belenenses vença no sábado, o treinador somará o nono triunfo da carreira na Taça de Portugal.

Noutro âmbito, o guarda-redes Filipe Mendes foi ontem submetido a uma intervenção cirúrgica ao ligamento cruzado anterior do joelho direito, no Hospital de São Luís, e deverá ter alta ainda hoje.

Autor: JOÃO PEDRO ABECASIS

Fotos: MANUEL ARAÚJO

Capturar01

Janeiro chegou cedo ao Restelo

A mais de um mês da reabertura do mercado, a SAD já contratou três jogadores e o quarto vem a caminho


Lito Vidigal e Rui Pedro Soares anteciparam o ataque ao mercado de inverno

Os jogadores contratados para a segunda metade da temporada inserem-se na política praticada pela SAD liderada por Rui Pedro Soares: são portugueses e chegam ao clube a custo zero

A SAD do Belenenses identificou cedo as lacunas que tinha no plantel e, a pouco mais de um mês da chegada de janeiro – e da reabertura do mercado de transferências –, já tem contratados três jogadores (Carlos Martins, Pedro Cavadas e Diogo Ribeiro) e um quarto (Ricardo Dias) está quase assegurado. Apesar de este quarteto só poder atuar a partir de 2015, a Direção não quis perder estas oportunidades de negócio e, ao integrarem mais cedo o plantel, estes atletas adaptam-se desde já aos métodos do treinador Lito Vidigal, estando em boa forma física quando forem inscritos na Liga. Qualquer um destes quatros atletas se insere na política que tem sido praticada pela SAD liderada por Rui Pedro Soares, ou seja, são portugueses e chegam a custo zero.

Carlos Martins foi o primeiro a ser contratado e era um desejo antigo do treinador. O experiente médio, de 32 anos, esteve perto de assinar pelo clube do Restelo no verão, mas não conseguiu a desvinculação do Benfica. Poucos dias depois do fecho do mercado, rescindiu enfim com os campeões nacionais e foi confirmado em Belém no final de setembro. Uma contratação que traz experiência ao plantel.

Já o guarda-redes Pedro Cavadas, 22 anos, foi a alternativa encontrada para render Filipe Mendes, que fez uma rotura no ligamento cruzado anterior do joelho direito e não joga mais esta temporada.O jovem guardião tinha rescindido com o Braga e estava sem clube.

No mesmo dia em que foi Pedro Cavadas e Diogo Ribeiro já se conheciam antes de chegarem ao Belenenses, pois jogaram juntos no Braga B anunciada a contratação de Cavadas, o Belenenses garantiu também o avançado Diogo Ribeiro, 23 anos. O jogador, que estava há algum tempo referenciado, tinha rescindido com o Lechia Gdansk (Polónia) e a SAD não deixou escapar a oportunidade.Ainda está a recuperar de uma pubalgia.

Ricardo Dias, 23 anos, será, ao que tudo indica, a contratação que se segue. O médio chega para colmatar a vaga deixada por Danielsson, que se mudou para o Aarhus (Dinamarca), e vai assinar pelo Belenenses assim que se desvincular do Beira-Mar.

Filipe Mendes operado e continua em repouso

Filipe Mendes foi ontem operado a uma rotura no ligamento cruzado anterior do joelho direito, sofrida há cerca de duas semanas num treino. O guardião enfrenta uma paragem de pelo menos seis meses.

Noutro âmbito, o plantel continua a preparar a deslocação ao campo do Trofense, a contar para a Taça de Portugal, e hoje o treinador Lito Vidigal já deve contar com Fredy, que regressa da seleção de Angola.

por MIGUEL GOUVEIA PEREIRA

Capturar1

Conferência de Imprensa de apresentação da Caminhada das Salésias

Realizou-se ao fim desta tarde, na sala VIP, a conferência de Imprensa de apresentação da Caminhada das Salésias ao Restelo


Anabela Gordo (Directora da secção de Atletismo), o professor Fonseca e Costa (treinador de atletismo do Belenenses), Óscar Rodrigues (Vice-presidente das Modalidades) e Vítor Correia (Vice-presidente da Comunicação) apresentaram o evento.

A plateia contou, além dos jornalistas, com a presença do cantor Luís Represas, do treinador de futebol Nelo Vingada, de Rui Cordeiro (em representação da Junta de Freguesia de Belém), de Argentina (filha de Matateu), de João Machado (Director do Basquetebol), de António Faim (do Râguebi) e de José Abreu (treinador de Atletismo).

Recorde-se que a Caminhada das Salésias ao Restelo terá lugar no feriado do dia 8 de Dezembro (uma segunda-feira) e cada inscrição terá o custo de seis euros, com direito a uma t-shirt alusiva. As inscrições podem ser feitas entre as 10 e as 18 horas na Secretaria, na Loja Azul, e das 18 às 20h30 directamente nas instalações da secção de Atletismo.

Muito em breve será também possível efectuar uma pré-inscrição online, quer no site do Clube, quer na sua página oficial do Facebook, que deverá ser validada posteriormente na Secretaria.

quarta-feira, 19 de Novembro de 2014

Filipe Mendes foi operado

O nosso guarda-redes Filipe Mendes, foi hoje de manhã submetido a uma cirurgia ao LCA

Foto: #FilipeMendes<br /><br />O nosso guarda-redes Filipe Mendes, foi hoje de manhã submetido a uma cirurgia ao LCA. <br /><br />A cirurgia foi acompanhada pelo nosso Departamento Médico e correu como era esperado. O jogador encontra-se bem disposto e motivado para a sua recuperação estando previsto que tenha alta amanhã.<br /><br />Ao Filipe deixamos um grande abraço de força de todo o grupo de trabalho.<br /><br />Juntos somos mais fortes!<br /><br />osBelenensesSAD<br />#futebol #Belenenses

A cirurgia foi acompanhada pelo nosso Departamento Médico e correu como era esperado. O jogador encontra-se bem disposto e motivado para a sua recuperação estando previsto que tenha alta amanhã.

Ao Filipe deixamos um grande abraço de força de todo o grupo de trabalho.

Juntos somos mais fortes!

osBelenensesSAD

Belenenses no quarto lugar | Até o treinador está surpreendido

Entrevista Bola Branca, Lito Vidigal comanda uma das principais sensações da Primeira Liga. Candidatura à Europa não está no horizonte próximo do emblema do Restelo | Treinador do Belenenses analisa contas da corrida pelo título de campeão


Capturarlito

Ver o Belenenses no quarto lugar da Primeira Liga, ao cabo das dez primeiras jornadas, supera as previsões do melhor analista do futebol. E até o treinador de uma das sensações do campeonato não o esconde.

Um terço da prova está praticamente concluído e os azuis do Restelo somam 20 pontos, a cinco do líder Benfica, chegando a esta pausa na Liga na sequência de cinco vitórias consecutivas.

"Acho que é uma surpresa para mim e para praticamente toda a gente", confessa Lito Vidigal, em entrevista a Bola Branca.

"Não que não estejamos a merecer esta classificação, até porque os jogadores têm sido fantásticos", prossegue. "Os resultados não enganam, a equipa tem trabalhado para isso e é completamente justo. Mas é inesperado, porque no ano passado, por esta altura, tínhamos menos 11 ou 12 pontos do que temos hoje e também porque conseguimos a manutenção, no ano passado, na última jornada da época", recorda o treinador que pegou nas rédeas do Belenenses em Março e consumou a permanência no principal escalão do futebol nacional.

O Belém recupera o embalo dos tempos gloriosos de um passado longínquo e ocupa, para já, um posto que dá acesso às competições europeias, em 2014/15. Mas esse patamar e a responsabilidade a ele indexada ainda não passa pela mente do técnico angolano de 45 anos.

"Não me interessada nada estar a falar [em apuramento para as provas europeias] sem conseguir a manutenção", atira, de forma realista.

"Quando conseguirmos a manutenção, teremos que reformular objectivos. Enquanto isso não estiver adquirido, não tem jeito estarmos a falar de outros objectivos. Se não formos responsáveis e coerentes, acabamos por cometer erros. Andamos a preparar objectivos, se calhar, sem bases e neste momento não temos ainda essa base", alerta.

A corrida pelo título "até ao fim" e a "gracinha" dos "outsiders"

O Benfica, campeão nacional detém três pontos de vantagem sobre o FC Porto, terceiro classificado e leva já oito de superação face ao Sporting, oitavo.

Após a 10ª jornada, Lito Vidigal não entrega a revalidação do título às águias e mantém os leões na disputa pelo título de campeão, mas exorta o emblema de Alvalade a realizar uma introspecção definitiva sobre as causas que levam à oscilação dos últimos anos.

"É muito cedo. É claro que o Sporting é sempre candidato e tem que se assumir sempre como candidato. Um clube com a grandeza do Sporting não pode arredar-se da luta pelo título nunca e tem de o fazer época após época. É importante que mantenham o equilíbrio e que não tenham a vergonha de dizer que nos últimos anos estão um pequenino passo atrás do Benfica e do FC Porto. O campeonato vai estar aberto até ao final e não vejo uma equipa candidata ao título. Será luta até ao fim do campeonato", projecta.

Ora, no meio dos "grandes", coabitam o Vitória de Guimarães [segundo, a dois pontos do Benfica] e o próprio Belenenses. Se os dois históricos mantivessem o fôlego e o estado de graça, intrometendo-se nas contas do campeonato, Lito Vidigal opina que tal "seria bom e fantástico para o futebol português".

"Eu desejava que isso acontecesse, mas sei que é muito mais difícil. Nada nos impede e a outros clubes de poderem lutar com ambição, com responsabilidade. Se tivéssemos a possibilidade de estar intrometidos nessa luta, seria muito importante para o futebol português", remata.

Lito Vidigal, de 45 anos, chegou ao Belenenses na recta final da temporada passada, salvou o clube da descida e esta época mantém-se aos comandos do clube que representou, enquanto jogador, durante sete temporadas. O angolano, que começou por treinar O Elvas em 2003, passou por Portosantense, Ribeirão, Estrela da Amadora, Portimonense e União de Leiria. Em 2011, assumiu o cargo de selecionador de Angola. Antes de chegar ao Restelo, esteve ainda na Líbia, no Al Ittihad de Tripoli, e no Chipre, no AEL Limassol

LITO VIDIGAL: Deyverson perto do Benfica "se mantiver o equilíbrio"

Lito Vidigal, em entrevista a Bola Branca, recorda que o melhor marcador do Belenenses esteve a um pequeno passo de ser dispensado do clube | Os encarnados detêm 50% do passe do jogador e direito de preferência


Lito Vidigal
não esconde que ficaria "feliz" se Deyverson consumasse o "salto para um grande do futebol português" e que sentiria dificuldades em suprir a ausência do segundo melhor marcador da Primeira Liga no plantel do Belenenses.

Mas, numa altura em que o avançado brasileiro é apontado ao Benfica, o técnico do conjunto do Restelo tece uma curiosa consideração, em modo de alerta, e revela que Deyverson esteve a um passo de ser dispensado, no último defeso.

"O Deyverson ainda não fez muito e fez muito pouco até", atira o angolano, em entrevista a Bola Branca. "Há três ou quatro meses, não jogava e esteve para ser emprestado. Cresceu e tem feito um campeonato interessante. Se mantiver o equilíbrio, terá êxito", projecta Lito Vidigal.

"Se fosse para o Benfica, ficaria feliz por ele. Se ficássemos sem ele, teríamos algumas dificuldades, mas teríamos que arranjar soluções", salienta o técnico do Belenenses, a propósito da possibilidade do avançado regressar à Luz.

Deyverson em perfil

Deyverson, de 23 anos, contabiliza sete golos no campeonato, ao cabo de dez jogos, e poderá regressar à Luz para representar os campeões nacionais, equipa à qual esteve ligado na temporada de 2012/13.

O Benfica abriu-lhe as portas do futebol nacional, mas Deyverson nunca actuou pela equipa principal. Nessa temporada (12/13), actuou pela equipa B, sob comando de Norton de Matos, e marcou oito golos, em 29 jogos, na Segunda Liga.

Na época passada, uma lesão afastou-o dos relvados durante oito meses. Voltou a tempo de brilhar na recta final do campeonato, com três golos.

O ponta-de-lança canhoto, de 1.89m, natural do Rio de Janeiro, iniciou a carreira no modesto Mangaratibense, representando o Belenenses desde o Verão de 2013.

Lito Vidigal exige "espírito de colectivo" ao reforço Carlos Martins

O internacional português desvinculou-se do Benfica, assinou pelo Belenenses e regressa ao activo em Janeiro

Lito Vidigal tem altas expectativas quanto ao primeiro reforço de Inverno, garantido já desde Outubro. Carlos Martins desvinculou-se do Benfica e assinou pelo Belenenses, até ao final da época.

O médio ofensivo internacional português, de 32 anos, não compete com regularidade desde 2012, altura em que terminou a sua passagem pelos espanhóis do Granada e os constantes problemas que encontra para se afirmar como titular numa equipa não passam ao lado do seu novo treinador.

Vidigal espera de Carlos Martins, por isso, um "espírito de colectivo" que permita ajudar a fazer evoluir os vários jovens que o plantel contém. "O Carlos Martins tem qualidade, é inegável", afirma, em entrevista a Bola Branca.

"Tenho falado com ele, tenho-lhe dito que a equipa tem jovens jogadores de qualidade e que ele pode acrescentar mais qualidade e sustentabilidade destes jovens. Se ele vier com o espírito certo, com o espírito de colectivo, a equipa terá outros argumentos. O Carlos Martins dá-nos alguns aspectos que ainda não temos, pela juventude que temos no plantel", explica o angolano de 45 anos.

video

por José Pedro Pinto


Capturar

O melhor onze para a Trofa

Lito Vidigal tem (quase) todo o plantel à disposição para o encontro da Taça de Portugal | Ventura deve ser o eleito para a baliza | Azuis procuram a sexta vitória consecutiva

CapturarimagemgrupotreinoAfinal do Jamor é um dos objetivos conhecidos dos azuis para esta época. Por isso, na deslocação à Trofa, Lito Vidigal não quer facilitar e, para evitar surpresas, vai apostar no seu melhor onze.

Para o encontro da 4.ª eliminatória da Taça de Portugal, o treinador dos azuis tem quase todo o plantel à sua disposição. A exceção é o guarda redes Filipe Mendes, que não joga mais esta temporada.

Um setor, onde se vai verificar a única alteração na equipa, já que Ventura será o titular, à semelhança do que aconteceu na ronda anterior frente à AD Oliveirense, onde o clube do Restelo venceu (3-2) após prolongamento.

Assim, Lito Vidigal procura dar continuidade ao excelente momento que a equipa atravessa e conquistar a sexta vitória consecutiva em todas as competições.

De resto, das cinco encontros disputados na Trota entre Belenenses e Trofense, o saldo é favorável aos azuis com três vitórias e duas derrotas. Além do triunfo na Taça de Portugal há três anos, saiu vitorioso em 2010/2011 e 2012/2013, pelo mesmo resultado (2-1) em jogos da Liga 2.

Por outro lado, em 2008/2009, quando as duas equipas militavam na Liga, o Trofense levou a melhor (também por 2-1) e em 2011/2012 venceu por 1-0.

Camará já vestiu a pele de herói na Taça de Portugal

A deslocação dos azuis à Trofa para deputar uma eliminatória da Taça de Portugal não é inédita. Na temporada 2011/2012, o clube do Restelo defrontou o Trofense na 3.ª ronda da competição e, na altura, o herói foi Abel Camará.

Na tarde de 16 de outubro de 2011, foi Miguel Rosa a inaugurar o marcador - de resto, são os dois únicos jogadores do atual plantel que podem repetir a presença no encontro deste sábado - e Reguila empatou a 12 minutos do final, levando a partida para prolongamento.

Foi, então. que apareceu Abel Camará. O avançado português saltou do banco a meio da segunda parte e marcou o golo da vitória aos 116 minutos, carimbando a passagem dos azuis à eliminatória seguinte da Taça de Portugal.

Camará voltou a desempenhar papel fundamental na ronda seguinte, na vitória do Belenenses (2-0) frente ao Vizela. O 30 dos azuis marcou o segundo golo e selou a passagem aos oitavos de final da prova, onde perderia (0-2) com o Sporting, em Alvalade.

por ORLANDO FERNANDES

Capturar12

Na Trofa para manter a tradição

AZUIS ESTIVERAM NAS MEIAS-FINAIS EM 2012/13

O Belenenses vai visitar o Trofense em jogo relativo à quarta eliminatória da Taça de Portugal para manter a tradição que tem na prova. Os azuis venceram o troféu em três ocasiões, marcaram presença na final por oito vezes e, em 2012/13, ainda na 2.ª Liga, chegaram às meias-finais frente ao V. Guimarães, equipa que levantou a Taça nessa época.

É por isso com espírito de conquista e a intenção de dar continuidade à boa campanha que vem sendo realizada no campeonato que Lito Vidigal encara a partida frente ao Trofense. “Temos de manter a atitude, jogar com seriedade e pensar em vencer”, alertou o técnico, certamente a pensar nas dificuldades por que passou na eliminatória anterior diante da AD Oliveirense (vitória por 3-2 no prolongamento).

Neste contexto, não estão previstas grandes alterações no onze que vai ser utilizado. Prevê-se mesmo que Lito Vidigal opte pelos jogadores que têm sido mais utilizados no campeonato, admitindo-se, contudo, que Ventura apareça na baliza em virtude das limitações com que Matt Jones tem trabalhado durante a semana. De resto, sem castigados ou lesionados, o treinador poderá apresentar-se na máxima força na Trofa.

Carlos Martins e Sturgeon já se treinaram ontem, enquanto Fredy, na seleção de Angola, esteve ausente.

Guardião operado

Filipe Mendes será submetido hoje a uma intervenção cirúrgica ao ligamento cruzado anterior do joelho direito. O guarda-redes lesionou-se durante uma sessão de treino e dificilmente jogará mais esta temporada.

Autor: J.P.A.

Capturar01

STURGEON DE VOLTA AO BELENENSES

Lito Vidigal voltou, ontem, a trabalhar com o plantel do Belenenses, tendo em vista a deslocação à Trofa, na Taça de Portugal, e já contou com avançado Fábio Sturgeon (na foto)

O jovem, que tem sido uma das principais figuras do Restelo, regressou do estágio da seleção de sub-21, após ter-se estreado neste escalão frente à Inglaterra, num jogo disputado em Burnley, onde a equipa de Rui Jorge perdeu por 3-1. De qualquer forma, Sturgeon será opção para o jogo com o Trofense, no sábado.

Matt Jones e Carlos Martins já foram integrados nos trabalhos.

por PEDRO MIGUEL AZEVEDO

Capturar1

terça-feira, 18 de Novembro de 2014

Riascos custa dois milhões

Avançado colombiano do Trofense pode, no entanto, chegar ao Restelo emprestado

Brayan Riascos é um dos nomes na agenda do Belenenses para reforçar o ataque já na reabertura do mercado.

O avançado colombiano de 20 anos, que cumpre a segunda época no Trofense. leva já seis golos esta época mas não vai continuar no emblema da Liga 2 a partir de janeiro.

O seu passe está avaliado em cerca dois milhões de euros mas, ao que A BOLA apurou, a intenção de colocar Riascos num clube de Liga - o Moreirense é outro dos interessados - partiu do empresário colombiano que o colocou na Trofa, oriundo dos sub-20 do Corinthians. Deste modo. um eventual negócio será sempre feito por via de um empréstimo.

por M.R.V.

Capturar12

Sturgeon reforça o grupo já hoje

Fredy ainda em Angola; componente física reforçada após três dias de pausa nos treinos...

Capturar1234567891233

Duas horas de treino, muito suor vertido no regresso aos trabalhos, ontem à tarde, no Restelo: após três dias de folga, Lito Vidigal dedicou especial atenção à componente física das tropas.

Carlos Martins foi dispensado para tratar de assuntos pessoais e Matt Jones, como Adilson, Kaká e Pedro Cavadas, trabalharam à parte do grupo alguns períodos, numa sessão seguida pelo presidente da SAD, Rui Pedro Soares, e pelo diretor desportivo. José Luís.

Fredy continua ao serviço de Angola, Sturgeon volta hoje dos sub-21 nacionais.

por ANTÓNIO BARROSO

Capturar12_thumb1

Cavalgar a onda sem euforia

Treinador compreende felicidade dos sócios pelo momento desportivo mas trava foguetes antes da festa | «Nada ganhámos, meta é a manutenção», diz Lito Vidigal | Ambição na Taça

211759_galeria_belenenses_v_nacional_primeira_liga_j2_2014_15.jpgUma equipa capaz de evoluir dos elogios generalizados pela brilhante campanha na Liga (quarto lugar) para patamares ainda superiores, que não se deixe afetar pela felicidade e alegria dos adeptos de terem o emblema de Belém num momento de êxito desportivo como há muito não saboreavam, é o que pede o treinador do momento em Portugal, Lito Vidigal, aos profissionais do clube da cruz de Cristo, que sábado visitam a Trofa para uma prova, a Taça de Portugal, que o clube já venceu em três ocasiões e na qual não esconde ambições.

«É bom ouvir incentivos e palavras de estímulo. Mas aqui ninguém entrou em euforias. Nada ganhámos, a meta continua a ser a manutenção, não está conseguida, percebo a alegria dos adeptos, há muitos anos que o clube não vivia momento assim. Mas não tiramos os pés da terra: é continuar a trabalhar de forma humilde, séria, e encarar o jogo na Trofa como se fosse uma final», afirmou Lito Vidigal, ontem, na antevisão do jogo da Taça, realizada... 120 horas antes do encontro. «Por nenhuma razão especial», garantiu aos jornalistas, embora reconheça não ser normal tanta antecedência.

Da observação ao Trofense - esteve na Trofa a ver o jogo do próximo rival, lanterna vermelha da Liga 2, com o V. Guimarães B (1-5), o semáforo ficou amarelo.

«Boa equipa, pratica futebol de qualidade, ganhou ao Moreirense na Taça da Liga, e ao Porto B. Temos ambições e tradições na Taça, mas todas as equipas de segundo plano também querem e podem brilhar na prova », concluiu um avisado Lito Vidigal que quer «chegar longe» na Taça.

De Guardiola a Ancelotti

Treinador do momento, Lito Vidigal espantou o Mundo do futebol com uma afirmação ao Expresso: «Nem Guardiola ou Ancelotti salvavam o Belenenses». Instado por A BOLA a concretizar o que queria, precisamente, dizer com a alusão aos (vitoriosos) treinadores do Bayern de Munique e do Real Madrid, foi, bem humorado, lapidar «Ah não salvavam não (risos) Só disse isso porque de certeza que eles não aceitavam ter vindo para o Belenenses, na época passada, com o clube no último lugar, como eu vim. Acho que nem havia lata para os convidarem. Aliás, de certeza que não os convidavam. A situação era difícil, Foi só por isso.»

por ANTÓNIO BARROSO

Capturar12

«Não ganhámos nada»

LITO VIDIGAL AVESSO A EUFORIAS

10608541_686376658115717_6824882640682586549_oLito Vidigal fez ontem a conferência de imprensa de antevisão do jogo frente ao Trofense para a Taça de Portugal. Avesso a euforias, o técnico avisou que a partida da Trofa será difícil.

Não há euforias. Não ganhámos nada e não fizemos nada de mais. Temos um objetivo definido, que é a permanência, e ainda não o atingimos. Esta fase é importante para os adeptos, visto que não passavam há muito tempo por um momento como este. A nós aumenta-nos o sentido de responsabilidade”, sublinhou o técnico dos azuis.

Para Lito Vidigal, “é preciso passar das palavras ao trabalho dentro de campo” e o espírito “será sempre o mesmo: encarar os jogos para vencer”.

Entretanto, Carlos Martins foi dispensado do treino de ontem por motivos familiares. Filipe Mendes (lesionado), Sturgeon e Fredy (nas seleções) e Ricardo Dias (a tratar de burocracia) foram os outros ausentes.

por J.P.A.

Capturar01

FILIPE FERREIRA GERA UM DILEMA À ESQUERDA

Indiscutível até se lesionar, o defesa já está novamente apto, mas, as recentes boas exibições de Nélson resultam numa boa dor de cabeça para Lito Vidigal


Filipe Ferreira está pronto para voltar ao onze, mas a concorrência aperta

Nos últimos três encontros, que o Belenenses venceu, Lito Vidigal recorreu a adaptações nas laterais: o central Palmeira à direita e o defesa-direito Nélson à esquerda. Agora, há uma alternativa de raiz

Filipe Ferreira já está recuperado dos problemas físicos que o deixaram fora de jogo diante do Estoril, Boavista e Moreirense, no campeonato, mas não é totalmente seguro que volte ao onze na partida com o Trofense, a contar para Taça de Portugal. Isto porque, durante a ausência dele, a equipa do Restelo triunfou em todos os jogos, com uma adaptação de sucesso àquele lugar: Nélson, que é lateral-direito de raiz, colmatou a vaga e deu bem conta do recado, como o atual quarto lugar atesta.

Como em equipa que se ganha não se mexe, o treinador Lito Vidigal tem agora uma boa dor de cabeça para resolver, no lado esquerdo da defesa: colocar novamente Filipe Ferreira, indiscutível até se lesionar, ou manter Nélson, que, aos 31 anos, confere mais experiência ao sector e também ao resto da equipa.

Nos últimos três jogos, Lito Vidigal estendeu as adaptações a ambas as posições laterais – o central Palmeira foi convertido em defesa-direito –, e as três vitórias mostram que esta fórmula dá resultado. Perante isto, na eliminatória com o Trofense, o treinador deverá manter o quarteto defensivo de sucesso, onde também estão Gonçalo Brandão e João Meira, centrais de quem raramente abdica.Tudo indica que Filipe Ferreira terá de esperar para voltar ao onze.

Diogo Ribeiro já com bola

O avançado Diogo Ribeiro, recém - contratado pelo Belenenses, já teve ontem contacto com a bola, ele que recupera de pubalgia.

Ausente do treino vespertino esteve o médio Carlos Martins, por motivos pessoais e devidamente autorizado.

Matt Jones mantém-se em treino específico e o médio Ricardo Dias ainda não assinou contrato.

por MIGUEL GOUVEIA PEREIRA

Capturar1

«Não há euforia» - Lito Vidigal

O Belenenses está a surpreender neste arranque de época, ocupando o quarto lugar na Liga cumpridas 10 jornadas, a cinco pontos do líder Benfica. O treinador Lito Vidigal, no entanto, garante que ainda nada foi conquistado.

«Da minha parte não há euforia. Os adeptos não viviam esta situação há alguns anos, mas há que transformar as palavras em trabalho. Ainda não alcançámos nada de especial, pois o nosso objetivo é a manutenção e ainda não o conseguimos. Aqui toda a gente tem os pés na terra», garantiu o treinador na antevisão ao jogo com o Trofense, da Taça de Portugal, marcado para sábado.

«É uma equipa com qualidade, mas encaramos os jogos da mesma forma, sabendo que na Taça a probabilidade de equipas de segundo plano brilharem é maior», alertou.

O treinador foi ainda questionado sobre recente entrevista em que disse que nem Guardiola nem Ancelotti salvariam o Belenenses, esclarecendo: «O que disse é que certamente não aceitariam treinar a equipa se estivesse no último lugar, como aconteceu comigo na época passada

por António Barroso

Capturar12

Site Meter

Mapa Mundo


contador visitante

Visitas do Mundo!

Mapa Mundo - Hora Mundial