quarta-feira, 30 de Julho de 2014

Faltam quatro para fechar plantel

Lito ainda pretende um lateral-direito, um médio-centro, um extremo-direito e um avançado

10368841_667788416641208_6292988638618164028_oO plantel do Belenenses está longe de estar fechado. A praticamente um mês de o mercado encerrar - reabrirá em janeiro — o treinador dos azuis, Lito, espera ainda receber mais quatro jogadores para reforçar outros tantos setores.

Assim, até final de agosto chegarão ao Restelo um defesa direito, um médio centro, vulgo organizador de jogo, um extremo direito, que, de preferência, também possa atuar no flanco contrário, e um avançado.

Hoje à noite, o Belenenses marca presença no jogo de apresentação do Vitória de Setúbal aos sócios, às 21 horas.

por J.S.C.

Lito lança onze ofensivo

PARA O ENCONTRO DO BONFIM

10432976_667788346641215_7933130261598076255_nLito Vidigal prepara-se para lançar um onze ofensivo frente ao V. Setúbal, naquele que será o jogo de apresentação dos sadinos aos seus associados. O técnico dos azuis tem experimentado vários sistemas, mas prevê-se que aposte numa equipa virada para a frente, próxima daquela que poderá iniciar o campeonato a 17 de agosto em Penafiel.

Concretizando, Matt Jones vai aparecer na baliza e terá à sua frente André Teixeira - para já o único lateral-direito de raiz do plantel Palmeira e João Afonso no eixo e, finalmente, Filipe Ferreira no lado esquerdo.

No meio-campo, Lito Vidigal poderá jogar apenas com Bruno China à frente da defesa, contando com o apoio próximo de Tiago Silva, que funcionará como um n.° 8.

Na frente, Deyverson será o ponta-de-lança apoiado por um tridente muito móvel que não terá posições completamente definidas em campo, apesar de se prever que Miguel Rosa comece na esquerda, Camará na direita e Fábio Sturgeon no meio.

Meira de fora

João Meira não deve ir ao Bonfim. O central continua a fazer recuperação na sequência de uma pancada na anca sofrida frente ao Nacional e dificilmente vai recuperar. Ainda ausentes estarão Mailó, lesionado, e Fredy, ao serviço da seleção angolana.

por J.P.A.

MEIRA AINDA TREINA À PARTE

O defesa-central João Meira (na foto) continua a treinar-se condicionado, embora seja de prever que isso não seja impeditivo de defrontar esta noite o Vitória de Setúbal, na apresentação dos sadinos aos sócios. De fora desse jogo estão, de certeza, o médio Fernando Ferreira (está afastado do grupo) e Mailó (recupera de lesão).

terça-feira, 29 de Julho de 2014

Mailó parado até duas semanas

Avançado cabo-verdiano está a recuperar de lesão; Fernando Ferreira continua afastado

Mailó (foto ASF)

Lito Vidigal deu ontem inicio a mais um período de treinos, mas pelo menos durante mais uma semana não irá contar com Mailó.

Nas contas do treinador do Belenenses não entraram ontem, também, João Meira, que ficou a fazer tratamento mas que deve recuperar a tempo do jogo contra o Vitória de Setúbal (amanhã), e Fernando Ferreira que se tem treinado à parte do plantel por opção de Lito Vidigal.

por C.B.

João Meira em recuperação

FREDY JÁ ESTÁ EM ANGOLA

58182_672620469491336_6438636545689027099_nLito Vidigal não contou ontem com três jogadores para preparar a deslocação de amanhã ao Bonfim (apresentação do V. Setúbal).

Falamos de Fredy, que se juntou à seleção de Angola e só regressa dia 3 de agosto; Mailó, ainda a realizar trabalho específico na sequência de uma lesão muscular contraída no início da pré-temporada; e, finalmente, João Meira, que efetuou apenas tratamento.

Concretamente em relação ao defesa-central, recorde-se que sofreu uma forte pancada na anca no decorrer do jogo de sábado, frente ao Nacional. Admite-se que já suba hoje ao relvado para fazer treino condicionado, mas continua em dúvida para Setúbal.

por JOÃO PEDRO ABECASIS

Taça Vicente Lucas: CFB vs WAC Casablanca

Este Domingo dia 3 de Agosto pelas 20h00 venha assistir á Taça Vicente Lucas no Estádio do Restelo


Preços bilhetes:

Bluecard - Entrada livre;

Sócio - 4 €;

Acompanhante - 8 €;

Não Sócio - 8 €;

Menores de 18 - Entrada livre

Contamos com a presença de todos Os Belenenses para prestar esta homenagem ao nosso histórico jogador!

Sturgeon ao ataque na “época da afirmação”

Internacional sub-20 português ainda tem aberta a porta da seleção inglesa, mas para já só pensa em ser primeira opção de Vidigal

10448758_605529169546103_3306720453476495287_nO nome de Fábio Sturgeon ainda é estranho ao ouvido, mas cada vez mais o jovem avançado tem vindo a ganhar fama. Internacional sub-20 português, Sturgeon nasceu em Portugal, mas nas suas veias também corre sangue inglês, da parte do pai. Não se sabe se essa mistura foi decisiva para as qualidades do atacante, mas a dupla nacionalidade sempre o manteve debaixo da atenção de olheiros de clubes ingleses, desde a formação no Belenenses. E continua aberta a possibilidade de ser convocável por Inglaterra.

Sturgeon não sabe qual será o seu futuro ao nível de seleções mas, aos 20 anos, não quer deixar passar um momento que, diz a O JOGO, será seu, pelo que pretende ser uma das referências do ataque belenense em 2014/15.

Estou bastante confiante de que este será o ano da minha afirmação. Trabalho todos os dias com o objetivo de ser titular e esse esforço dá-me garantias de que o serei muitas vezes”, afirma, confiante. Com a mesma confiança, aliás, com que marcou contra o Nacional, de cabeça.

Na formação, sempre fui ponta de lança ou camisola dez e sempre marquei golos de cabeça, porque tenho boa elevação”, assegura o jovem, para quem também as alas não são um mistério.

O avançado completa três anos no próximo dia 31 desde que foi lançado às feras, cortesia de José Mota, embora com pouco sabor: Sturgeon apenas jogou um minuto, em Penafiel, para a Taça da Liga. Um pequeno passo para um jovem que desde os 17 anos já treinava entre os seniores, mas um grande momento para um jogador ambicioso. Na temporada de 2012/13 fez 163 minutos, na época passada já esteve em 13 jogos da I Liga, mas com o técnico Lito Vidigal perdeu espaço. Um espaço que nesta pré-época está a ser reconquistado a cada jogo.

“Vamos entrar mais fortes”

Da época passada sobram lições para todos, principalmente para um dos jogadores mais jovens e inexperientes no patamar da I Liga. À distância de dois meses, Sturgeon diz que houve dificuldades agora bem compreendidas.

A equipa sempre teve qualidade, embora nem sempre tenhamos mostrado confiança na posse de bola. Agora queremos controlar mais os jogos, ter melhor gestão da bola, e somos uma equipa mais madura”, afirma. E deixa uma promessa: “Esta época vamos entrar fortes e com a esperança de fazer um bom campeonato.”

O clube que entusiasma

Fábio Sturgeon não esconde a simpatia por Inglaterra e pelo seu futebol, em particular o Manchester United, clube pelo qual tem a maior admiração. Questionado sobre se, um dia, gostaria de jogar na Premier League, não hesita na resposta.

Obviamente que sim, que gostaria de jogar em Inglaterra, até porque o meu pai é inglês e tenho essa ligação sentimental. Pode ser que o futuro aconteça...”, diz.

por Pedro M. Azevedo

Fernando Ferreira tem a porta aberta

AZUIS ADMITEM NEGOCIAR E NÃO VÃO DIFICULTAR

Fernando Ferreira continua a trabalhar à parte e a sua saída do Restelo é um dado praticamente adquirido. O médio tem ainda mais dois anos de contrato e o clube está disposto a negociar uma proposta, mas admite também libertar o jogador caso apareça uma colocação.

Neste momento, todas as hipóteses estão ainda em aberto – inclusivamente um eventual empréstimo, apesar de este último cenário ter poucas probabilidades de vir a concretizar-se. Isto porque a atual situação extremou as posições entre ambas as partes e o abandono deverá consumar-se a título definitivo e não através de uma cedência temporária.

Sem espaço

Fernando Ferreira tem vindo a perder espaço desde o início da pré-época, porque Lito Vidigal tem opções que lhe agradam mais para as posições que o médio geralmente ocupa, isto é, médio-defensivo – Bruno China, Danielsson e Ricardo Alves – ou organizador de jogo – Tiago Silva, Miguel Rosa, Fredy ou mesmo Sturgeon.

As conclusões de Lito Vidigal surgiram após o estágio em Fornos de Algodres, onde teve ocasião de ver todos os jogadores em ação. Já em Lisboa, o técnico comunicou a Fernando Ferreira, tal como a Duarte Machado, que não fazia parte dos planos. Elucidativo foi o facto de não ter sido convocado para nenhum dos jogos de preparação. O médio passou a trabalhar à parte, situação que se mantém e vai prolongar-se até que apareça uma colocação.

Autor: JOÃO PEDRO ABECASIS

segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Meira e Afonso ambos em dúvida

João Meira e João Afonso estão em dúvida para a partida de quarta-feira, frente ao V. Setúbal, no Bonfim

10505138_668025143284202_6293499364195263812_oOs centrais sofreram toques no encontro diante do Nacional e só hoje, após serem ambos reavaliados pelo departamento médico, se saberá se estarão operacionais para a deslocação a Setúbal.

O plantel trabalha hoje a partir das 17 horas no Estádio do Restelo, tendo em vista a preparação desse encontro, que servirá para apresentar os sadinos aos seus associados.

por J.P.A.

SAD rejeitou proposta por Meira

Valor considerado baixo para o defesa-central; Fernando Ferreira no mercado

10491983_668748259878557_6245456800615930265_nA SAD do clube da cruz de Cristo, presidida por Rui Pedro Soares, rejeitou uma proposta para a aquisição definitiva do defesa-central João Meira, de 27 anos, um dos indiscutíveis da formação orientada por Lito Vidigal.

Segundo apurou A BOLA, a razão para a recusa prendeu-se com os valores, tidos pelos responsáveis do emblema lisboeta alegadamente como «demasiado baixos» para a cotação que a sociedade desportiva que rege o futebol dos lisboetas atribui ao jogador.

Por idêntico argumento (verba considerada insuficiente, negócio não vantajoso), também na trave bateu um possível empréstimo do médio Fernando Ferreira — que não entra no plantel para esta época —, que o Belenenses colocou no mercado.

O clube procura ainda um extremo e um defesa, que, afinal, poderá não ser um lateral-direito mas outro defesa-central: André Teixeira e Palmeira dão garantias na direita.

por A.B.

Palmeira fortifica opções na direita

Central passou no teste de Lito


Em Rio Maior Palmeira deu resposta positiva

Numa altura em que Lito Vidigal reitera a necessidade de reforços e afirma que “o plantel está muito longe de estar fechado”, o defesa Palmeira mostrou que, da sua parte, está disponível para dar duas boas opções ao técnico. Contra o Nacional, no último jogo de preparação da equipa, o reforço belenense começou como central, posição em que se revelou seguro mas, na segunda parte, deu boas indicações como defesa-direito.

O Belenenses apenas tem André Teixeira como opção de raiz para o lugar, mas o ex Tondela conhece a posição, até porque no anterior clube Álvaro Magalhães adaptou-o com bons resultados. Agora, tanto frente ao Nacional, por uma questão de necessidade durante alguns minutos, como nos treinos, Lito está a fazer a sua avaliação. E, pelo menos do jogo em Rio Maior, terá tirado ilações positivas. No mesmo jogo, e também por necessidade, o extremo Fábio Nunes teve alguns minutos no lugar.

No entanto, e apesar destes sinais, o clube do Restelo está atento ao mercado e tudo aponta para que seja mesmo contratado um defesa experiente na direita, após a saída de Duarte Machado para Olhão.

Problema para resolver nos próximos dias é a situação de Fernando Ferreira. O médio tem estado à parte, não foi convocado para o teste com o Nacional e, no fim da partida, Lito Vidigal disse tratar-se de assunto do foro da SAD. Esta, para já, não se pronuncia, mas há disponibilidade para discutir propostas que surjam. Igual disponibilidade há em relação a João Meira.

por Pedro Miguel Azevedo

Extremo e lateral podem chegar esta semana

DECORREM NEGOCIAÇÕES ADIANTADAS POR DUO

Lito Vidigal aguarda a chegada de mais jogadores

A SAD do Belenenses continua no mercado à procura de um lateral-direito e de um extremo e, segundo conseguimos apurar, decorrem negociações adiantadas com os alvos a atingir. Admite-se que ambos os reforços possam juntar-se ao plantel às ordens de Lito Vidigal até ao final da semana.

No sector defensivo, gorada a transferência de Miguel Garcia e consumada a saída de Duarte Machado, Lito Vidigal tem apenas André Teixeira para o lugar de defesa direito, isto apesar de Palmeira também poder fazer a posição em caso de necessidade. O técnico dos azuis pretende ter mais opções para o flanco direito da defesa no mais curto espaço de tempo.

Mais à frente, a situação não é tão grave, uma vez que existem alternativas – Miguel Rosa, Sturgeon, Fábio Nunes, Fredy e Adilson –, mas é provável que um extremo chegue brevemente ao Restelo.

Fernando Ferreira espera

Entretanto, Fernando Ferreira continua com o futuro por definir. É praticamente certo que não vai permanecer, mas a verdade é que não apareceu uma proposta considerada aceitável pela SAD. O médio deve continuar a treinar-se à parte hoje à tarde, dia do regresso do plantel ao trabalho.

Autor: J.P.A.

domingo, 27 de Julho de 2014

Os melhores indicadores estão na linha da frente

A equipa do Restelo foi os insulares reagiram bem | Golos nasceram de erros defensivos graves


Sem espaço Deyverson tenta fugir a Rui Correia

Dois golos nascidos de bolas lançadas para a área seguidos de cabeceamentos imparáveis perante a passividade dos defesas deram corpo ao empate (1-1) entre Nacional e Belenenses, ontem, em Rio Maior. Num embate interessante de seguir e onde já sobressaíram processos ofensivos bem trabalhados em ambas as equipas, ficou a nota de menor esclarecimento na organização defensiva, não só nos erros que permitiram os golos de Sturgeon e Lucas |João, mas, acima de tudo. pela quantidade de vezes em que a bola baralhou ambos os sectores recuados. Ainda há muito a fazer de um e outro lodo. mas a avaliação geral de Nacional e Belenenses na partida de ontem da resultado positivo.

Mais dominador e entrosado na maior parte do jogo, o Belenenses teve mais ocasiões para marcar. A equipa de Lito Vidigal. praticando um futebol rendilhado.com Sturgeon e Miguel Rosa em grande evidência, esteve sempre mais perto de marcar, perante um Nacional que, a espaços, acusou o desgaste de ter feito dois jogos em outros tantos dias.

Ainda sem utilizar alguns dos reforços. Manuel Machado terá gostado da reação da sua equipa na segunda parte, período em que os insulares ganharam agressividade com as entradas de João Camacho, Ayala e Lucas João. O triunfo podia ter pendido para qualquer um dos lados.

No Belenenses, Miguel Rosa acertou na barra (55') e o Nacional meteu a bola na baliza de Matt Jones, nas compensações, mas o lance foi anulado por alegada falta ofensiva.

OS REFORÇOS DO BELENENSES

Palmeira

O defesa ex-Tondela mereceu aplausos dos adeptos do Belenenses que foram a Rio Maior, após uma exibição de sacrifício e entrega. Na sua posição de origem, central, esteve quase imaculado, formando par consistente com João Afonso. Depois,como lateral direito, voltou a cumprir.

Fábio Nunes

O extremo entrou para jogar a latera direito, por força do toque que obrigou Meira a abandonar o jogo. E não comprometeu a equipa.

NA SEGUNDA PARTE ÂNIMOS AQUECERAM

Capturar11Apesar de ser um jogo-treino, o embate de ontem teve dois momentos de tensão. Primeiro, uma escaramuça entre Camará e Marçal obrigou o árbitro e membros das duas equipas a serenar os ânimos, e a seguir houve nova troca de empurrões após entrada de Gomaa sobre Meira, que obrigou o central a sair do jogo. O defesa é reavaliado amanhã.

Capturar12
por PEDRO MIGUEL AZEVEDO

«Precisamos de reforços»

LITO VIDIGAL QUER OPÇÕES

download (1)Lito Vidigal mostrou-se satisfeito com o comportamento da equipa no jogo-treino com o Nacional, mas o treinador do Belenenses quer aumentar o leque de opções.

Temos um plantel limitado e precisamos de alguns jogadores que venham tornar a equipa mais forte e competitiva. Temos de estar alentos e arrepiar caminho, para não sofrermos como sofremos na época passada", declarou o técnico após uma partida em que considerou que os azuis foram “superiores durante a maior parte do tempo. Tivemos bons momentos, criámos muitas situações de golo. mas ainda faltam resolver muitas coisas. Estamos na fase em que é importante otimizar os princípios de jogo”.

Caso. Lito Vidigal não comenta o caso Fernando Ferreira. O treinador diz que é a SAD que tem de explicar um assunto que, salienta, “é do foro interno”.

por JOAQUIM PAULO

Lucas João evita a festa do Belenenses

AZUIS MAIS ESCLARECIDOS EM RIO MAIOR

Capturar123456O Belenenses deixou boas indicações no jogo-treino de ontem em Rio Maior, diante de um Nacional que só chegou ao empate nos instantes finais da partida, quase sempre controlada pelos azuis, que se adiantaram no marcador por Sturgeon (25‘). Os insulares evitaram o desaire graças a um golo de Lucas João (87’) e ainda espreitaram o triunfo, mas viram um golo ser anulado num lance que deixou muitas dúvidas.

A turma de Lito Vidigal foi quase sempre mais esclarecida e objetiva no terreno de jogo, mas quebrou nos últimos minutos, também em parte devido às lesões de João Meira e João Afonso, que obrigaram a um reajustamento no quarteto defensivo que demorou a chegar. Já os insulares revelaram mais brechas defensivas do que seria de esperar e no ataque, apesar de muita posse de bola, foram pouco incisivos.

Rosa endiabrado

Como não poderia deixar de ser, nesta fase da pré-temporada, ambos os técnicos têm muitos aspetos a melhorar até chegar a competição oficial. Mas há jogadores que já começam a revelar intensidade de jogo. É o caso de Miguel Rosa, que esteve em praticamente todos os lances de perigo do Belenenses. Foi dele a assistência para o golo inaugural da partida, ao fazer um belo cruzamento que Sturgeon só teve de desviar à saída de Gottardi (25’), e também foram do médio dois disparos muito perigosos: aos 25’, numa jogada de insistência rematou rente ao travessão com o pé esquerdo; aos 56’, Rosa revelou ainda melhor pontaria, pois acertou com violência na trave, após um disparo de fora da área com o pé direito.

Capturar12345

Machado altera

As equipas lançaram-se ao jogo com o mesmo sistema tático (4x2x3x I), mas, ainda antes do intervalo. Manuel Machado fez entrar Mimbela para o lugar de Marco Matias e a equipa passou a jogar em 4x4x2, com Rondón a juntar-se a Suk na frente. Porém, os madeirenses continuaram a evidenciar dificuldades na zona de construção, perante um Belenenses mais prático e com processas melhor definidos, que apenas perdeu o controlo da partida na ponta final.

As lesões de João Meira e João Afonso obrigaram Lito Vidigal a inventar um novo quarteto defensivo e o Nacional aproveitou para, sobretudo em lances de bola parada, semear o pânico junto das ledes de Matt Jones. De livre, Lucas João empatou aos 87’ e os insulares só não venceram porque viram um golo ser anulado num lance confuso (89').

por JOAQUIM PAULO

Lucas salvou os insulares

Empate chegou mesmo ao cair do pano | Azuis foram superiores na maior parte do encontro | Desentendimento entre Abel Camará e Marçal agitou segunda metade do encontro

Capturar124O Nacional tem ainda muito trabalho a fazer antes de disputar o play-off da Liga Europa (21 e 28 de agosto), nomeadamente no que ao setor defensivo diz respeito. Ontem, no jogo de preparação com o Belenenses, em Rio Maior, foram os azuis do Restelo que mandaram no encontro, constantemente a encostar os insulares para junto da baliza de Gottardi.

Fábio Sturgeon conseguiu colocar o Belenenses em vantagem aos 25 minutos, já depois de muitas tentativas da ofensiva da cruz de Cristo logo desde os minutos iniciais da partida.

Há jogos em que só custa marcar o primeiro; neste não foi o caso. O marcador manteve-se intacto até depois do intervalo, com os azuis quase sempre superiores e a criarem múltiplas oportunidades.

Só aos 89 minutos, e depois de muito suar, o Nacional conseguiu chegar ao empate, por intermédio do avançado angolano Lucas João. Ainda antes do apito final, Ayala marcou o segundo golo dos insulares, que foi anulado, deixando dúvidas na bancada.

A jogar debaixo de sol e com os termómetros a roçar os 30 graus, foi bastante evidente o cansaço de ambas as equipas, principalmente na segunda metade do jogo.

Miguel Rosa foi o Jogador mais influente no encontro, tendo assistido Sturgeon para o goto dos azuis. Não chegou para ganhar.

A marcar a segunda parte do encontro ficou também a desavença entre Abel Camará e Marçal. Após terem colidido um no outro, Camará confrontou o lateral-esquerdo dos alvinegros e chegou mesmo a dar-lhe um encosto com a cabeça.

Destaque ainda para o extremo esquerdo Miguel Rosa, o mais influente dos azuis, e para o guardião madeirense Gottardi, que teve muito trabalho para evitar mais golos do Belenenses.

Com o futuro ainda em aberto, Fernando Ferreira, que na última semana se treinou à parte, esteve ausente da lista de convocados de Lito Vidigal.

Capturar123

"PLANTEL LIMITADO", Lito Vidigal (Treinador do Belenenses)

«Algumas equipas estão recheadas de valores e nós temos um plantel limitado. O grupo está longe de estar fechado, tenho dito isso desde o primeiro dia, precisamos de jogadores que tornem a nossa equipa mais forte e mais competitiva.»

por CAROLINA BORGES

Caso Fernando Ferreira “é do foro da SAD”, diz Lito

Tal como O JOGO noticiou na edição de ontem, Fernando Ferreira foi o único jogador do plantel do Belenenses a não ser convocado para o jogo com o Nacional

Ao longo da semana, o médio tem estado à margem do grupo, alegadamente porque Lito não contará com ele para a nova época, facto que o treinador se escusou a comentar. “Têm de falar com a SAD, esse assunto é do foro da SAD”, respondeu o técnico, face à pergunta se conta ou não com o atleta.

por Pedro Miguel

Nacional 1 Belenenses 1 - resumo

GOLO DE STURGEON

NACIONALBELEM

sábado, 26 de Julho de 2014

Nacional e Belenenses empatam (1-1)

UM GOLO PARA CADA LADO EM RIO MAIOR

Nacional e Belenenses empataram, este sábado, a uma bola em Rio Maior, em mais um jogo de pré-época.

Os azuis foram superiores durante grande parte da partida e colocaram-se em vantagem num cabeceamento de Fábio Sturgeon (25'), após cruzamento de Miguel Rosa.

Os insulares reagiram na etapa final e chegaram ao empate, também de cabeça, por intermédio de Lucas João (87').

Autor: JOAQUIM PAULO

Fotos: NACIONAL

Belenenses - Matt Jones, André Teixeira, João Afonso, Palmeira, Filipe Ferreira, Bruno China, Danielsson, Miguel Rosa, Fábio Sturgeon e Deyverson

Suplentes - Rafael Veloso, Filipe Mendes, Gonçalo Brandão, João Meira, Tiago Caeiro, Tiago Silva, Fredy, Mailó, Ricardo Alves, Adilson, Rodrigo Dantas, Daniel Martins, Abel Camará e Fábio Nunes

«Ficar no Restelo foi a melhor decisão»

DEYVERSON TEVE DE SER PACIENTE PARA CONVENCER AZUIS MAS GARANTE QUE VALEU A PENA

10495385_605529432879410_6796061051917841636_oA paciência é unia daquelas qualidades que pouca gente possui e é pena. porque às vezes só assim se consegue triunfar. Record, em conversa exclusiva com Deyverson, avançado do Belenenses, não perguntou se o brasileiro tinha esse dom tão raro, mas nem foi preciso. Depreendemos que sim, porque só com tal feitio é que alguém que ficou meia época sem ser opção preferiria permanecer em Belém depois de janeiro. O prémio pela perseverança foi a titularidade no final da época, à qual respondeu com três golos nas três últimas jornadas da Liga.

Questionado pelo nosso jornal sobre se estava ciente do risco quando decidiu permanecer, Deyverson, de 23 anos, não teve dúvidas: “Ficar no Restelo foi a melhor das decisões. Às vezes é mesmo isso, precisamos de ser pacientes.”

Lembramos a Deyverson um momento, antes de um jogo frente ao Sp. Braga, em que o avançado estava sozinho e cabisbaixo por, mais uma vez, não constar da lista de Marco Paulo para o embate. Olhar para ele agora, poucos dias depois de ter marcado ao Estoril, na Taça de Honra, o primeiro golo da nova época, é como estar a conhecer outra pessoa: “O futebol é mesmo assim. Temos de acreditar. Eu estive sete meses sem jogar e não desisti. Agradeço ao grupo, que me ajudou imenso, e a Lito. que apostou em mim e eu consegui corresponder. Não é fácil fixarmo-nos no futebol português, mas eu dei um importante passo na época passada. Sei que agora vou continuar a afirmar-me neste campeonato.”

Pressão

Deyverson brilhou no Benfica B antes de rumar a Belém e chegou ao Restelo com estatuto. “Se isso dificultou? Bem, um pouco, até porque eu saí de um clube grande para assinar por outro. Aqui posso estar na 1.ª Liga e continuar numa ótima equipa. É o que quero.”

Capturar1

por JOÃO PICANÇO

ANDRÉ TEIXEIRA: «Vamos recolocar o clube no lugar que merece!»

Escolha de Lito Vidigal para a direita da defesa, o jovem portuense, de 20 anos, formado nas escolas do FC Porto, pegou de estaca nas opções do treinador azul | E promete estabilizar o clube do Restelo na Liga, enquanto sonha com outros patamares e uma temporada sem a ansiedade e o sofrimento da anterior

10501941_668756896544360_6387760350435598779_nComo analisa as suas hipóteses de afirmação no onze no Belenenses esta época? Será mais fácil ganhar o lugar?

— Todos os anos sinto e sei que tenho de trabalhar e dar o máximo. Depois, cabe ao treinador decidir se aposta em mim ou não. Mas espero que seja a época da minha afirmação.

— A concorrência para o lugar reduziu-se. Duarte Machado rumou ao Olhanense, Miguel Garcia esfumou-se. Há Palmeira para fazer a sua posição...

— Sim, o Palmeira cumpre bem o lugar também. É natural que a concorrência endureça, que o clube ainda vá buscar mais alguém. Na parte que me toca vou aproveitar as oportunidades, procurar o meu espaço e agarrar o lugar!

—  Palmeira é central e não estranha jogar na direita da defesa, o André é lateral mas não se sente desconfortável a jogar no eixo...

—  Sim. Fiz toda a minha evolução nas camadas jovens como defesa-central. Sinto-me bem nas duas posições.

— Tem jogado sempre na pré época. Tem a confiança do treinador na hora de escolher o onze. Sente isso?

— Sim, já cumpri três jogos e cada vez a confiança tem vindo a ser maior e melhorado a cada jogo.

— Mas Lito Vidigal tem-lhe dado confiança?

Não é de falar muito mas está sempre a puxar pelos jogadores, quer sempre o máximo! À pré-época foi dura, mas é sempre assim

—  Esteve cedido ao Leixões, voltou e tem esta e mais duas épocas de contrato, até junho de 2017. Qual é a meta que ambiciona para este ano? Um campeonato mais tranquilo?

— O objetivo é a manutenção. Esperamos não passar tantas dificuldades, não sofrer tanto e conseguir essa meta o mais cedo possível.

— Sagrou-se campeão da Liga 2 em 2012/2013. Que lhe parece o plantel desta época? Mais apetrechado e ambicioso?

— Sim. Começamos do zero. Não temos de pensar, fundamentalmente, em fazer pontos, como na época anterior. Está tudo com a cabeça limpa. Os jogadores novos que entraram vieram para ajudar, acrescentaram qualidade. Esperamos começar a amealhar pontas desde o início da Liga, para que a tranquilidade surja muito mais cedo do que em 2013/2014.

— O que falta ao clube?

— Passou por algumas dificuldades quando baixou à Liga 2, mas a pouco e pouco vamos tentar recolocar o Belenenses no lugar que lhe pertence! Claro que isso não sucede de um dia para o outro...

— Esta será a época de consolidação do clube na Liga?

— Assim o esperamos. Depois se verá. Primeiro, é mantermo-nos e criar estabilidade na Liga. Com o tempo, tudo ficará mais e organizado. Aí poderemos tentar chegar um pouco mais acima...

— Não foram felizes na Taça de Honra da AF Lisboa. Mas valem as boas indicações dadas?

Sim, apesar dos resultados adversos. Sporting e o Estoril foram dois bons testes para a equipa crescer, realizámos dois bons jogos. Poderíamos ter feito mais golos mas agora é melhorar nos próximos jogos. a começar já pelo Nacional, para não repetirmos os erros no campeonato.

Capturar1234567

por ANTÓNIO BARROSO

Fernando Ferreira tem de procurar alternativas

FUTURO DO MÉDIO AINDA ESTÁ EM ABERTO

A treinar-se à parte desde praticamente o início dos trabalhos, Fernando Ferreira, segundo Record apurou, não equaciona qualquer hipótese de ficar em Belém. Fonte próxima do clube e do médio disse ao nosso jornal que o jogador tem a intenção de trabalhar arduamente e com total profissionalismo, mesmo sabendo que não conta para Lito. Contudo, essa informação, segundo a mesma fonte, não foi passada oficialmente a Fernando Ferreira por parte da equipa técnica, o que provocou algum mal-estar.

Ao que conseguimos saber, Fernando Ferreira não queria sair do Belém, mas encontra-se agora sem outra alternativa, mais não seja pela necessidade de jogar.Todas as opções estão em aberto e para já a única certeza é que o médio não vai vestir a camisola com a Cruz de Cristo em 2014/15.

Hoje há jogo

A preparação do Belenenses vai conhecer uma nova etapa hoje. A equipa concentra-se às 11.45 no Estádio do Restelo e segue para Rio Maior, onde vai ter um jogo particular com o Nacional, às 16 horas. Todo o plantel está convocado. O próximo compromisso do Belenenses é no dia 30, também fora de casa, desta feita no Bonfim, no jogo de apresentação do V.Setúbal aos sócios e adeptos. A estreia no campeonato será a 17 de agosto, em Penafiel.

sexta-feira, 25 de Julho de 2014

Patrick Carvalho quer presidência

O advogado e empresário Patrick Morais de Carvalho anunciou ontem a intenção de se candidatar à presidência da Direção nas eleições que deverão ter lugar a meio de outubro

patrickNo anúncio, publicado na rede social Facebook, o sócio 6406 diz que avança como alternativa à equipa atualmente liderada por António Soares por ter «consciência plena que o clube nunca precisou, tanto como agora, dos sócios» e «com enorme sentimento de responsabilidade e de paixão» pelo clube da cruz de Cristo.

Antigo jogador de FC Porto, At. Cacem, Casa Pia. especialista em Direito Desportivo e com várias obras publicadas, Patrick Carvalho foi claro na «necessidade de pacificação entre a SAD e o clube». «Não se compreende como o Belenenses não tem um administrador na SAD». afirmou o jurista à Antena Um. «Com mais do que uma lista a sufrágio, será possível aclarar um conjunto de temas que permanecem opacos e inacessíveis aos sócios», disse o candidato da alternativa, no pré-anúncio da corrida eleitoral.

por A.B.

Lateral-direito é prioritário

Lito dois reforços, um para a defesa e outro para o ataque

Gorada a possibilidade de contratar Miguel Garcia, que não conseguiu anular o contrato rubricado com um clube indiano, o Belenenses procura alternativas para a lateral direita, posição em que Lito Vidigal só conta com André Teixeira, embora Palmeira também possa ser adaptado.

A contratação de um defesa-direito experiente é prioritária, sendo que os azuis do Restelo também procuram chegar a acordo com um extremo que aumente o leque de opções ofensivas da equipa.

Ontem, o médio Fernando Ferreira que não entra nas contas de Lito Vidigal, voltou a trabalhar à margem do grupo, isto enquanto não chegam propostas satisfatórias pelo jogador à SAD.

Refira-se que amanhã, o Belenenses tem novo teste de pré-época, com o Nacional, seguindo-se o V. Setúbal na quarta-feira.

Noutro âmbito, o advogado Patrick Morais de Carvalho anunciou que vai candidatar-se à presidência do Belenenses (clube), por entender que tem “condições para liderar a alternativa credível ao caminho que a atual Direção do clube está a seguir”. Contactado por O JOGO, o atual presidente António Soares revelou que ainda não decidiu se vai recandidatar-se. O ato eleitoral ainda não tem data definida, mas deverá realizar-se em outubro.

por Paulo Alexandre Teixeira

Novo ataque a João Meira

TEM PRETENDENTE DE INGLATERRA E A SAÍDA É POSSÍVEL

A continuidade de João Meira no Restelo ainda não é certa, mas depende da qualidade, ou melhor, dos números dos interessados. O central do Belenenses, como anteriormente foi adiantado, teve uma proposta concreta para sair, vinda de um clube do 2.º escalão inglês, mas os números do negócio não agradaram ao clube lisboeta. Ainda assim, segundo Record apurou, esta pode não ser a derradeira abordagem a João Meira, visto que é esperada, nos próximos dias, uma contraproposta, substancialmente melhorada.

Meira também não vai deixar o Belenenses, clube pelo qual tem estima e onde se sente bem – e joga, convém dizer –, por qualquer um. Uma saída será sempre para dar um passo em frente, quer desportiva, como financeiramente.

Outro jogador perto de deixar o Restelo – tem-se até treinado à parte – é Fernando Ferreira, para quem chegou uma proposta igualmente rejeitada pela SAD do Belenenses, novamente por motivos económicos.

Embora se trate de dois jogadores habitualmente utilizados na temporada passada, os responsáveis azuis não colocam quem quer que seja com estatuto de inegociável.

Entretanto, foi ontem confirmado que o Belém estará na apresentação do V.Setúbal, no Bonfim, no dia 30.

Eleições

Patrick de Carvalho, advogado de 45 anos, é o primeiro nome a surgir como candidato à presidência do clube, com eleições marcadas para outubro. Ainda não são conhecidas as intenções do atual líder, António Soares, quanto a uma possível recandidatura.

Autor: J.P.

Fotos: NUNO ANDRÉ FERREIRA

quinta-feira, 24 de Julho de 2014

Patrick de Carvalho quer unir família belenense

Patrick Morais de Carvalho é o novo candidato à presidência do Clube de Futebol “Os Belenenses”, nas eleições do próximo mês de Outubro, e assume-se como o defensor da aproximação entre clube e SAD, como revelou em entrevista ao jornalista da Antena 1, Mário Rui

Patrick de Carvalho quer unir família belenense

Este sócio do clube do Restelo, com o n.º 6406, assume a liderança de um grupo de pessoas que querem ser alternativa ao momento atual do clube, de forma a tentar inverter a relação distante que há entre clube e administração da SAD, responsável pela desunião e falta de diálogo entre os belenenses.

Patrick de Carvalho enumera quatro prioridades para o mandato a que se candidata: aproximar clube e SAD, esclarecer os negócios que estão a ser feitos, clarificar o plano de requalificação do Restelo e apresentar o plano desportivo a implementar no futuro.

Sobre a equipa profissional de futebol, para já o candidato à presidência do clube, sem querer destabilizar prefere apenas agradecer o empenho que o treinador Lito Vidigal tem colocado no trabalho desde que chegou ao Belenenses.

Ouvir Aqui a entrevista

por Mário Aleixo

Patrick Morais de Carvalho é candidato à presidência

ELEIÇÕES MARCADAS PARA OUTUBRO

Patrick Morais de Carvalho revelou, esta quinta-feira, a intenção de se candidatar à presidência do Belenenses, nas eleições que terão lugar em outubro e que vão eleger os órgãos sociais para o triénio 2014/2017.

Em comunicado enviado à Lusa, o advogado, de 45 anos, apresentou as razões que o levam a apresentar-se a sufrágio, manifestando a intenção de, no final do mandato, "entregar aos sócios um clube maior, mais vivido e mais participado".

Patrick Morais de Carvalho, que integrou a lista de João Barbosa às eleições de 2011, como candidato à Mesa da Assembleia Geral, acredita ser uma "alternativa credível" à atual direção, liderada por António Soares.

"Assumo este desafio por entender que tenho condições para liderar a alternativa credível ao caminho que a atual direção do clube está a seguir", pode ler-se no documento, dirigido aos sócios do Belenenses. O advogado considera que "o clube nunca precisou, tanto como agora, dos sócios", aos quais pede para não irem "atrás de promessas demagógicas e irrealistas que venham a ser feitas na próxima campanha eleitoral".

"Não se esqueçam de que todos podem prometer, mas que são muito poucos os que podem cumprir", escreveu, antes de apelar ao regresso e à participação ativa dos sócios que, nos últimos anos, se afastaram do clube.

Patrick Morais de Carvalho emerge, assim, como o primeiro candidato assumido às próximas eleições do clube do Restelo, sendo que, por outro lado, ainda não são conhecidas as intenções do atual presidente, António Soares, quanto a uma possível recandidatura.

As eleições do Belenenses serão realizadas em outubro, não tendo sido ainda divulgada a data do escrutínio, no qual serão eleitos os três órgãos sociais do clube (Direção, Mesa da Assembleia-Geral e Conselho Fiscal), para o mandato até 2017.

Fernando Ferreira num impasse

Por definir continua a situação de Fernando Ferreira

O medio de 27 anos pode estar de saída do clube do Restelo, mas não há, para já fumo branco quanto ao futuro do jogador, que, de resto, não parece entrar nas contas de Lito Vidigal, ficando a treinar-se à parte sempre que o grupo joga a habitual peladinha e alinhando também nos treinos de preparação física de Gonçalo Brandão e do mais recente reforço Rodrigo Dantas.

Noutro âmbito, o avançado cabo-verdiano Mailó parece estar a recuperar da lesão contraída no adutor esquerdo, tendo ontem de manhã feito treino condicionado.

por ANA RITA JUSTO

Miguel Garcia não fica no Restelo

Defesa garantiu ontem que não pode ser jogador dos azuis | Já tinha assinado por uma equipa indiana e dificilmente o acordo será desfeito | SAD procura outro lateral-direito

Miguel Garcia bem queria vir para o Belenenses e o clube também o queria. Ontem os azuis treinaram-se de manhã, nos campos secundários do Estádio Nacional, paredes-meias com... o próprio Miguel Garcia, este integrando o Estágio do Jogador organizado pelo Sindicato de Jogadores Profissionais de futebol.

Nunca o lateral esteve tão perto e tão longe do clube da cruz de Cristo. Miguel Garcia era um dos reforços pretendidos por Lito Vidigal, mas a transferência não irá concretizar se, uma vez que o defesa já assinara contrato pelos indianos do North East United, que irá militar na Indian Super League, uma liga criada para promover o futebol indiano com a atuação de diversos estrangeiros.

«Infelizmente não conseguimos concretizar a minha vinda para o Belenenses, porque já tinha tido uma proposta de uma equipa da índia e assinei contrato. Estava a ver se conseguia anular esse contrato, mas há dois dias falei com os responsáveis e eles dizem que não há volta a dar», disse o lateral aos jornalistas, lamentando que o desfecho não seja outro.

«Ia ser muito bom ficar aqui, mesmo para a minha família. O Belenenses é um clube com o qual me identifico. Já tive o prazer de falar com o Lito Vidigal e com o José Luís [N.d.r. diretor desportivo], infelizmente não há volta a dar, a não ser que me ligassem hoje a dizer que podia ficar

Encerrado o capítulo Miguel Garcia, o Belenenses continua à procura de um lateral direito que encha as medidas ao treinador dos azuis. Ainda ontem o clube desmentiu qualquer interesse no médio austríaco Marco Sahanek.

por ANA RITA JUSTO

Miguel Garcia desiludido por não reforçar azuis

Apesar de ter tudo acordado com o Belenenses, Miguel Garcia (na foto) não vai reforçar os azuis do Restelo

Antes do interesse da equipa da capital portuguesa, o lateral-direito tinha assinado um contrato com o North East United (Índia) e não consegue desvincular-se.

Estava a ver se conseguia anular o contrato, mas não tem sido fácil. Já não há volta a dar, a menos que digam para ficar cá. A minha vontade era jogar no Belenenses, clube com o qual me identifico. Desejo que lhes corra tudo bem”, disse o defesa que está a treinar-se com a equipa do Sindicato no Jamor, onde o Belenenses também treinou ontem de manhã.

Garcia assinou pelo clube indiano até dezembro, mas reconhece que é difícil ingressar no Belenenses no mercado de inverno. “Certamente vão reforçar-se e em janeiro será mais complicado”, frisou.

Entretanto, Fernando Ferreira voltou a ficar de fora da peladinha e Mailó continua a recuperar de lesão.

por P.A.T.

COMUNICADO SOBRE ELEIÇÕES DE OUTUBRO NO BELENENSES

Quero comunicar-vos que decidi candidatar-me à Presidência do Clube de Futebol “Os Belenenses” nas eleições do próximo mês de Outubro

Estimado(a)s Consócio(a)s,

Quero comunicar-vos que decidi candidatar-me à Presidência do Clube de Futebol “Os Belenenses” nas eleições do próximo mês de Outubro.

Faço-o de forma determinada e com um enorme sentimento de responsabilidade e de paixão, sabendo que o nosso Clube é uma Instituição com um passado grandioso e um pilar fundamental do Desporto em Portugal.

Este acto eleitoral não poderia surgir em melhor altura na medida em que, com mais do que uma lista a sufrágio, será possível aclarar um conjunto de temas que permanecem opacos e inacessíveis aos sócios do Clube.

Assumo este desafio por entender que tenho condições para liderar a alternativa credível ao caminho que a actual Direcção do Clube está a seguir.

É para mim motivo de grande orgulho poder contar com uma equipa de trabalho escolhida livremente e sem reservas, que se traduz num grupo constituído por Homens e Mulheres que amam incondicionalmente o Belenenses e que têm percursos profissionais de grande sucesso e brilhantismo.

Tenho consciência plena de que o Belenenses somos todos nós, e de que o Clube nunca precisou, tanto como agora, dos sócios que são o seu principal activo.

Para que isso aconteça é certo que os sócios têm que ser respeitados e acarinhados.

Nós vamos respeitar os sócios: vamos fazê-lo com verdade, com transparência, sem ultimatos, aglutinando-os, ouvindo-os e valorizando o que têm para dizer, apelando à sua participação na vida do Clube.

Não há Clube sem sócios, nós sabemos disso e os sócios também sabem disso.

Vamos desta forma ser capazes de recuperar a união de todos, pacificando a família belenense.

Este terá que ser, antes de qualquer outro, o nosso primeiro objectivo.

Peço desde já a todos os sócios que não vão atrás de promessas demagógicas e irrealistas que venham a ser feitas durante a próxima campanha eleitoral.

Não se esqueçam de que todos podem prometer, mas que são muito poucos os que podem cumprir.

Também há muitos que, em campanha, prometem que vai ser azul, passando depois mandatos inteiros, sem pudor, a cobrir de negro.

Não contem comigo e com a minha equipa para comportamentos deste tipo.

Pelo contrário, a promessa que deixo é a de que nunca faltaremos com a nossa obrigação de sermos sempre Belenenses.

Comprometo-me a servir o Clube até ao limite das minhas forças, com a humildade de quem sabe que o Belenenses estará sempre acima de quem o dirige.

Actuarei com firmeza, assumindo sempre a responsabilidade de decidir mas sabendo ouvir, aceitar e procurar contributos.

A nossa gestão será totalmente transparente e responsável, não excedendo os limites daquilo que possa ser gasto.

Podem contar com alguém que falará sempre verdade aos sócios e que a eles estará sempre ligado.

Estarei cá para assumir sempre, contra tudo e contra todos, uma posição intransigente na defesa do Clube contra os que o ataquem, interna ou externamente. Nunca terei medo de o fazer.

Compreendo a ansiedade que os últimos anos possam ter criado em todos os que verdadeiramente amam e sentem o Belenenses, mas devemos focar-nos no futuro, olhando-o com confiança e determinação.

No final do nosso mandato, queremos entregar aos sócios um Clube maior, mais vivido e mais participado do que aquele que agora recebemos.

Essa será a nossa grande vitória e a vitória de todos os verdadeiros belenenses.

Quero, por fim, deixar um apelo aos sócios que saíram da nossa família ao longo dos últimos 2/3 anos, desalentados com o estado a que o Clube foi sendo conduzido: peço-lhes que regressem para que possam participar activamente na escolha da próxima Direcção.

Agora é tempo de férias, de recarregar baterias, para que em Setembro e no máximo da força, possamos dar os passos necessários para vencer este desafio, ajudando a devolver o Belenenses ao lugar que por direito próprio é o seu no Desporto Nacional.

VIVA O BELENENSES!

Patrick Morais de Carvalho

Sócio nº 6406

Miguel Garcia: «É impossível ficar aqui»

LATERAL DIREITO VAI MESMO PARA A ÍNDIA

Miguel Garcia estava disposto a representar o Belenenses em 2014/15, mas a assinatura de um pré-acordo com os indianos do Northest United – antes de o clube do Restelo manifestar interesse – inviabilizou a transferência. O lateral-direito, que está a treinar-se com o Sindicato dos Jogadores, lamenta que assim tenha acontecido.

Tratou-se de uma semana um bocado complicada porque, infelizmente, não conseguimos concretizar a minha vinda para o Belenenses. Antes, tive uma proposta de uma equipa da Índia e assinei um acordo. Tentei anular esse contrato, mas não foi possível e, neste momento, não há volta a dar”, confessa o defesa, mostrando-se algo conformado com o desfecho.

A minha vontade era mesmo ir para o Belenenses, o que também seria bom para a minha família. Falei com o Lito Vidigal e estava entusiasmado, mas isso é impossível.” Relativamente às sessões de trabalho realizadas ontem, o médio Fernando Ferreira continua a treinar-se à parte do plantel.

Autor: J.P.A.

Site Meter

Mapa Mundo


contador visitante

Visitas do Mundo!

Mapa Mundo - Hora Mundial