domingo, 28 de dezembro de 2014

Taça da Liga: Boavista - Belenenses

ESTÁDIO DO BESSA - DOMINGO - 28 DEZEMBRO - 19H15Capturarboavistabelenenses

clip_image001clip_image002clip_image003
clip_image004clip_image005
clip_image006
clip_image007
clip_image008clip_image008

Equipa do Belenenses (onze não oficial): Matt Jones, Palmeira, João Meira, João Afonso, Gonçalo Brandão, Pelé, Rodrigo Dantas, Abel Camará, Miguel Rosa, Tiago Silva, Deyverson

Suplentes: Hugo Ventura, André Martins, Daniel Martins, Bruno China, Fábio Sturgeon, Fábio Nunes, Tiago Caeiro

Deyverson e Abel Camará de regresso aos convocados

CUMPRIRAM CASTIGO NO CAMPEONATO

Já sem Fredy, que rumou ao Recreativo do Libolo, Lito Vidigal conta com dois reforços invernais para o compromisso da Taça da Liga. Os avançados Deyverson e Abel Camará cumpriram castigo frente ao Rio Ave, para o campeonato, e regressam agora aos convocados azuis para o encontro diante do Boavista, no domingo.

Filipe Ferreira continua a contas com problemas físicos e não é opção para o embate com os axadrezados.

Lista de convocados:

Guarda-redes: Hugo Ventura e Matt Jones;

Defesas: Gonçalo Brandão, João Afonso, João Meira, Palmeira, Daniel Martins e André Teixeira;

Médios: Bruno China, Miguel Rosa, Pelé, Rodrigo Dantas e Tiago Silva;

Avançados: Abel Camará, Deyverson, Fábio Nunes, Sturgeon, Tiago Caeiro.

Fotos: DAVID CABRAL SANTOS

Capturar01

Brandão recorda sintético maldito

BOAVISTA-BELENENSES | DEFESA LESIONOU-SE COM GRAVIDADE EM 2010

CapturarimagemgonçalobrandãoA carreira de Gonçalo Brandão, defesa do Belenenses, podia ter sido bem diferente. Em 2010, o então jogador do Siena integrou o estágio de verão da Juventus, clube mais titulado de Itália, com a perspetiva de vir a assinar com o emblema de Turim. Uma lesão num dos jogos realizados nos Estados Unidos, em relvado sintético, afastou-o durante um ano e retirou-lhe o sonho de representar a Juve. Agora, Brandão volta a pisar um desses pisos malditos, mais propriamente o do Bessa, onde hoje defronta o Boavista.

Não gosto de sintéticos, prefiro relvados naturais. O jogo é mais rápido e mesmo a bota assenta de forma diferente, mas tem de ser assim. Vamos dar o nosso melhor e começar a fase de grupos a vencer”, frisou Brandão.

Quanto a Lito Vidigal, reconheceu que teve de trabalhar a equipa de forma diferente, realizando treinos no sintético do Restelo durante a semana. “É uma vantagem para eles, como também é uma desvantagem terem um relvado natural quando jogam fora. Não servirá de desculpa. É um jogo entre dois históricos e queremos vencê-lo”, referiu.

O técnico abordou a competição de uma forma curiosa: “O nosso objetivo primário passa pela permanência. O peso que têm as Taças? São um sonho. Estamos aqui para vivê-lo o máximo possível.”

Capturar11

por JOÃO PICANÇO

Capturar01

LITO NÃO QUER NINGUÉM A JOGAR NO SINTÉTICO

Desde 2007 que a equipa do Restelo não joga com o Boavista, no Bessa, e desta vez a relva não é natural, circunstância que mereceu críticas por parte do treinador visitante

Lito Vidigal defende que o sintético reduz a metade a já curta carreira de futebolista

Belenenses e Boavista, clubes que, durante muitos anos, discutiram o estatuto de quarto grande, voltam hoje a defrontar-se no Estádio do Bessa, sete anos depois, em jogo do Grupo C da Taça da Liga.

As partidas entre estes emblemas costumam ter sempre muita ação, dentro e fora das quatro linhas, e no encontro da I Liga, no Restelo,em que os lisboetas venceram por 3-1, os nervos estiveram à flor da pele, com Alfredo Castro, treinador de guarda-redes dos axadrezados a ser expulso. Desta vez, ainda antes do pontapé de saída, foi o treinador do Belenenses, Lito Vidigal, a criticar as condições em que se joga na casa dos axadrezados. E não foi uma crítica ao rival.

Por ele, ninguém jogaria no sintético: “A profissão de jogador é curta, tem mais ou menos dez anos. Penso que, a jogar num sintético regularmente, essa carreira é reduzida a metade, devido a lesões, porque é piso de maior risco, mais duro”, atirou, antes de avisar que o relvado não será desculpa para um mau resultado: “É com essas condições que temos de jogar e encaramos este jogo com a intenção de o vencer. Estamos em desvantagem por ir atuar lá, mas o Boavista tem essa desvantagem de 15 em 15 dias.”

À margem do jogo com o Boavista, Lito Vidigal comentou ainda a saída de Fredy, habitual titular, que se mudou para o Recreativo de Libolo (Angola): “A SAD do Belenenses tem de procurar condições financeiras para garantir uma continuidade. O Fredy também foi à procura de um melhor clube e de melhores condições para a sua carreira. Agora, é preciso procurar as melhores condições para continuarmos aquilo que estamos a fazer, que é trabalhar de forma séria.”

por MIGUEL GOUVEIA PEREIRA

Capturar1

sábado, 27 de dezembro de 2014

Taça da Liga - Convocados para o Boavista - Belenenses

Aqui estão os convocados para o jogo de amanhã frente ao Boavista:

790Guarda-redes: Matt Jones; Hugo Ventura;

Defesas: Palmeira; André Teixeira; Daniel Martins; Gonçalo Brandão; João Afonso; João Meira;

Médios: Bruno China; Pelé; Rodrigo Dantas; Tiago Silva;

Avançados: Deyverson; Abel Camará; Fábio Nunes; Fábio Sturgeon; Miguel Rosa; Tiago Caeiro;

osBelenensesSAD

«Tenho a certeza de que vamos ganhar ao Boavista» - Gonçalo Brandão

Gonçalo Brandão, defesa do Belenenses (foto ASF)

É com o moral nos píncaros que a equipa do Belenenses prepara o encontro deste domingo, frente ao Boavista, a contar para a Taça da Liga. Gonçalo Brandão, defesa dos azuis, não espera uma partida fácil mas ainda assim mostra-se confiante numa vitória.

«Espero um Boavista à imagem do treinador, uma equipa aguerrida, que está a fazer um campeonato consoante as expectativas e está bem na tabela classificativa. No Bessa, é difícil para os adversários vencer o Boavista, que tem feito bons jogos nos últimos tempos. Espero um jogo difícil e tenho a certeza que vamos ganhar», comentou o defesa, em conferência de imprensa.

Gonçalo Brandão concordou com o treinador Lito Vidigal que a Taça de Portugal e a Taça da Liga são «sonhos» para a sua equipa, na medida em que o principal objetivo para a época é alcançar a permanência no campeonato.

«O nosso objetivo, até porque tivemos uma época desgastante o ano passado, é a manutenção. É óbvio que com a mentalidade que temos, que é jogar sempre para ganhar, acreditamos sempre que podemos chegar longe. A Taça da Liga é uma prova em que vamos disputar quatro jogos, e se ganharmos mais jogos que os outros estaremos nas meias-finais. Este é um jogo importante porque é bom começar uma prova com uma vitória», acrescentou.

por Luís Mira

1Logobola_thumb[1]

«Jogo com o Boavista vai ser diferente do do campeonato» - Lito Vidigal

 

O treinador do Belenenses, Lito Vidigal, antecipa dificuldades na viagem ao terreno do Boavista, em encontro a contar para a Taça da Liga, e desvaloriza a vitória (3-1) alcançada pelos azuis diante da equipa axadrezada, para o campeonato, a 3 de novembro.

«Vai ser um jogo difícil, contra um histórico. Cada jogo tem uma história diferente, um cariz próprio. Mesmo jogando contra a mesma equipa, os jogos têm histórias diferentes. Queremos sempre a vitória, mas será um jogo diferente daquele que disputámos para o campeonato», comentou Lito Vidigal, em conferência de imprensa.

Ao longo dos últimos dias, a equipa do Belenenses tem-se treinado no relvado sintético do Restelo para se ambientar às condições que vai encontrar no Bessa, as quais, defende Lito Vidigal, estão longe de ser as ideais.

«É vantajoso para o Boavista jogar num sintético como é desvantajoso para eles jogar num relvado. Requer alguma habituação, é um piso diferente, a bola bate e rola de forma diferente, é um piso mais desgastante. Não gosto de sintéticos, até porque acho que jogar e treinar num sintético de forma diária reduz para cerca de metade o tempo de carreira devido a lesões, porque este é um piso mais duro. Teremos de nos preparar da melhor forma», argumentou.

por Luís Mira

1Logobola

Gonçalo Brandão: «Não gosto de jogar em sintéticos»

QUER COMEÇAR 3.ª FASE DA TAÇA DA LIGA A GANHAR

Gonçalo Brandão, um dos elementos mais utilizados por Lito Vidigal no plantel do Belenenses, confessou este sábado que a ideia de jogar no sintético do Boavista não o agrada, mas partilha a ideia deixada pelo técnico de que "as taças são um sonho".

"Não gosto de jogar em sintéticos, futebol é melhor em relvados naturais, mas tem de ser assim. Taças são sonhos mas gostaria muito de passar à próxima fase e como tal é importante começar a fase de grupos com uma vitória", afirmou na conferência de imprensa de antevisão do encontro.

O Boavista-Belenenses, a contar para a primeira jornada do Grupo C da 3.ª fase, está agendado para as 19.15 de domingo. V. Setúbal, Sporting e V. Guimarães também integram o Grupo C.

Capturar01

Lito Vidigal: «Taças são um sonho»

ESPERA JOGO DIFÍCIL COM O BOAVISTA

Lito Vidigal, treinador do Belenenses, confessou este sábado que espera um encontro complicado diante do Boavista, no sintético do Estádio do Bessa, a contar para a primeira jornada da 3.ª fase da Taça da Liga.

"Espero uma equipa bem organizada e claro que tem alguma vantagem por estar habituada a jogar no sintético. Mas estivemos a trabalhar no sintético para preparar o jogo", confessou na conferência de imprensa de antevisão do encontro, agendado para domingo, às 19.15.

Vidigal está feliz com a forma como tem decorrido a época da formação lisboeta e admite sonhar com a conquista de uma das taças. "O Belenenses está a cumprir os objetivos: trabalhar para a permanência e está nas taças, que são sonhos para serem vividos".

Capturar01

Nélson recupera para o Boavista

Lateral lesionou-se no ombro esquerdo com o Rio Ave mas hoje integrará treino sem limitações

Depois da grande prova de sacrifício no jogo com o Rio Ave jogou quase 80 minutos com uma lesão no ombro esquerdo -, Nélson está de pedra e cal no onze de Lito Vidigal e deve mesmo ser titular amanhã, no regresso ao Bessa para defrontar o Boavista, clube onde deu nas vistas e que lhe valeu a transferência para o Benfica.

Depois das folgas concedidas pelo treinador, o plantel do Belenenses regressa esta manhã ao trabalho, no Restelo, e Nélson já se deverá treinar sem limitações, uma vez que a lesão sofrida no ombro não apresentou gravidade.

O treino de hoje, de resto, será a derradeira oportunidade para Lito Vidigal testar o onze que jogará amanhã, às 19.15 horas, para a Taça da Liga.

Recorde-se que também Abel Camará e Deyverson já estão disponíveis após terem cumprido um jogo de castigo.

Gonçalo Silva referenciado

O central Gonçalo Silva, de 23 anos, atualmente na equipa B do SC Braga, está referendado pelo Belenenses. Os azuis ponderaram avançar para a contratação, em definitivo, do jogador formado no Barreirense mas a prioridade passa pelo reforço do ataque.

por M.R.V.

1Logobola

Deyverson pode voltar ao onze

Depois de cumprir um jogo de castigo, Deyverson volta a estar à disposição de Lito Vidigal

Ainda assim, e porque o treinador vai efetuar algumas alterações no onze, não é garantido que o brasileiro - melhor marcador, com 7 golos - seja titular frente ao Boavista, no primeiro jogo do Grupo C da Taça da Liga.

Abel Camará volta igualmente de suspensão e pode beneficiar com a ausência de Fredy, recentemente transferido para o Rec. Libolo.

por A.M.

Capturar01

FERREIRA RENOVA EM BREVE

Filipe Ferreira será o próximo jogador do Belenenses a renovar contrato

O vínculo atual do lateral esquerdo é até 2016 e, ao que tudo indica, a ligação à SAD do Restelo terá mais uma temporada. Recorde-se que, recentemente, renovaram contrato o guarda-redes Matt Jones, o central Gonçalo Brandão, o médio Rodrigo Dantas e o extremo Fábio Nunes.

por M.G.P.

Capturar1

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Filipe Ferreira fica até 2017

Divergências na renovação estão praticamente ultrapassadas | Conversações com o lateral começaram em... junho | Vai ficar livre em janeiro mas desejo passa por ficar no Restelo

Capturarimagemfilipeferreira1Se a quadra natalícia ficou marcada pelas renovações de Matt Jones e Gonçalo Brandão, até 2018, bem como de Fábio Nunes, aposta forte para suceder a Fredy passa a estar ligado aos azuis até 2017 —, o final de ano pode trazer o desejo que a SAD mais tem tentado concretizar desde o final da temporada passada: renovar contrato com Filipe Ferreira, lateral-esquerdo que se tomou indiscutível no Restelo e que, já em janeiro, ficará livre para decidir o seu futuro, uma vez que o atual vínculo termina em junho do próximo ano.

As primeiras conversações para a extensão do contrato começaram, aliás, no passado mês de junho. A SAD, numa primeira fase, pretendia prolongar o vínculo até 2018, tal como aconteceu agora com Matt Jones e Gonçalo Brandão, mas a verdade é que a renovação deve ser efetivada apenas até junho de 2017, ou seja, por mais duas temporadas desportivas.

Após algumas divergências, que têm arrastado o processo mais tempo que o suposto, o lateral esquerdo de 24 anos e a SAD liderada por Rui Pedro Soares parecem ter chegado, enfim, a um entendimento, pelo que o anúncio oficial da renovação de Filipe Ferreira pode mesmo ser feito ainda antes de terminar o ano de 2014.

Lesão e.. eclipse

Depois de ter sido titular em 28 das 30 jornadas da época passada, Filipe Ferreira começou a temporada como indiscutível na equipa orientada por Lito Vidigal. Foi totalista nas primeiras sete jornadas e ainda jogou a 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, com a AD Oliveirense. Uma lesão muscular, porém, obrigou Filipe Ferreira a parar, precisamente numa altura em que as conversações tendo em vista a renovação de contrato sofreu um revés. A partir daí, nunca mais o defesa voltou a entrar nas opções de Lito Vidigal. A travessia no deserto, contudo, está perto de terminar.

Capturar11

por MÁRIO RUI VENTURA

1Logobola

JONES E PALMEIRA FORAM OS PILARES DE 2014

Capturarimagempalmeiraematt

Em jogos para a I Liga desta época, apenas o guarda-redes Matt Jones e o polivalente defesa Palmeira são totalistas, ou seja, cumpriram os 1260 minutos dos 14 jogos até agora disputados.

O terceiro lugar do pódio dos pilares de Lito Vidigal esta época é ocupado pelo trinco Bruno China, que também jogou em todas as jornadas, mas tem cinco jogos incompletos.

por P.M.A.

Capturar1

SAD anuncia renovações

MATT, BRANDÃO E FÁBIO NUNES CERTOS

A SAD do Belenenses aproveitou a quadra natalícia para brindar os adeptos com novidades em relação à renovação de contrato com três jogadores. Assim, Matt Jones, como Record antecipara, e Gonçalo Brandão ampliaram a ligação aos azuis até 2018 e o extremo Fábio Nunes assinou até 2017.

O plantel treinou-se no dia 24 de manhã e goza sexta-feira o segundo dia de folga, regressando ao trabalho sábado de manhã, começando a preparar a receção ao Boavista, no domingo. O lateral Nélson, que contraiu em Vila do Conde uma entorse no ombro, deve recuperar para defrontar os axadrezados.

Movimentações

Entretanto, com a aproximação do mercado de Inverno, sucedem-se movimentações no Restelo. De saída estão Mailó para o Farense, Kaká, com destino indefinido, e Adilson, que vai rescindir. Rodrigo Parreira, dianteiro que esteve no Atlético, será emprestado ao Operário.

A SAD está a estudar a eventual aquisição de um avançado para precaver a muito provável saída de Deyverson.

Autor: M.A./J.P.A.

Fotos: MIGUEL BARREIRA

Capturar01

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

“PROJETO DO LIBOLO CONVENCEU-ME A SAIR”

Fredy deixa o Restelo após 13 anos de ligação ao clube e justifica a opção de assinar por dois anos pelos angolanos com as ideias ambiciosas que lhe apresentaram


Fredy despediu-se do Belenenses no jogo com o Rio Ave

Fredy chegou a ter uma boa proposta para ir para a Rússia, mas ficou no Restelo por amor ao clube, acedendo a um pedido de Rui Pedro Soares

Diawara, ex-jogador do Belenenses, joga no Libolo e foi uma das fontes de informação do extremo sobre o clube. A O JOGO, o internacional angolano fala de “sentimentos mistos” nesta nova etapa

A carreira de um jogador de futebol obriga, muitas vezes, a decisões difíceis e Fredy, extremo que fez a maior parte da formação no Belenenses, não escapou a esta realidade. O dianteiro assinou por duas épocas pelo Libolo, campeão de Angola, e, a O JOGO, o luso-angolano revelou estar a viver “um sentimento misto”.

Por um lado, sinto tristeza por abandonar o Belenenses, assim como deixar a família, mas, por outro, também me sinto contente por regressar a um país que já conheço e onde estive seis meses. Em 2012 não me correu bem, mas o projeto que me apresentaram convenceu-me. O Libolo quer contratar jogadores de grande nível, estar nas grandes competições africanas e eu quero entrar nessa história do clube”, conta.

No Libolo, Fredy encontrará antigos colegas, entre eles Diawara, que passou pelo Belenenses: “Falei com ele e com outros jogadores que conheço, para saber como estão as coisas por lá e tive um feedback positivo, o que me ajudou a tomar a decisão de avançar”.

Formado no clube, Fredy é apaixonado pelo Belenenses e recorda uma história também revelada por Rui Pedro Soares, presidente da SAD. “O Belenenses recebeu uma proposta da Rússia, mas Rui Pedro Soares disse que o clube precisava de mim, pediu-me para ficar e eu não hesitei em fazê-lo. Era uma boa proposta para mim, mas sabia que o Belenenses não estava bem e fiquei para ajudar no que pudesse”, explica.

por PEDRO MIGUEL AZEVEDO

Capturar1

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Boas Festas - Sejam Felizes

CRÓNICAS AZUIS DESEJA A TODOS OS AMIGOS MUITO AMOR | MUITO GRATO PELA VOSSA AMIZADE | UM ABRAÇO AZUL SEM RISCAS

Capturarfeliz2015
por Miguel Amaral (editor das Crónicas Azuis)

Matt Jones renovou até Junho de 2018!

NOVIDADE NA PÁGINA DO FACEBOOK DE RUI PEDRO SOARES

Capturarrenovaçãomatjones

A melhor época da década

É necessário recuar até 2002/2003 para encontrar melhor registo à 14.ª jornada | Azuis viram o ano com a manutenção na Liga quase garantida | Europa e final do Jamor no horizonte

capturar1imagemfreLITO VIDIGAL e toda a equipa bem podem orgulhar-se da época que estão a realizar. Nos últimos dez anos ninguém conseguiu fazer melhor do que o sétimo lugar que os azuis ocupam à passagem da 14.ª jornada.

Mérito do treinador, com certeza. Mas, sobretudo, os louras têm de ser partilhados com todos os jogadores que compõe o plantel do clube do Restelo. Depois de no ano passado terem lutado pela permanência no principal escalão do futebol português até à última jornada, os azuis estão a mostrar que têm potencial para voltar aos lugares cimeiros da classificação e corresponder aos pergaminhos de um clube histórico.

Apesar da juventude, e consequente inexperiência da grande maioria da equipa, Lito Vidigal conseguiu unir o plantel, juntando alguns jogadores de maior valia e formar um grupo que dá garantias para futuros sucessos desportivos.

Além disso, fala-se em português no balneário. Dos 28 jogadores que compõe o plantel, 24 falam a língua de Camões. Uma realidade de que poucas equipas da Liga podem orgulhar-se.

Mas vamos aos factos. Na última década, apesar do interregno de três anos na Liga 2 entre 2010 e 2013, os azuis têm a melhor classificação antes da paragem natalícia. O mais perto que os antecessores conseguiram fazer foi em 2006/2007 e 2007/2008 com um oitavo lugar.

Só alargando o historial para os últimos 20 anos é que se fez melhor. Em 2002/2003 era sexto e em 2000/2001 ocupava a quinta posição, numa altura em que Marinho Peres estava no comando técnico e Lito Vidigal era... jogador dos azuis. De resto, tirando estas duas exceções e, desde que a vitória vale três pontos, o sétimo lugar deste novo Belenenses na presente época é o melhor registo.

Com efeito, esta caminhada já permitiu fazer sonhar os adeptos com o regresso das noites europeias ao Restelo e com uma presença na tão ambicionada final da Taça de Portugal, no Jamor.

Desta maneira, o balanço não podia ser mais positivo e os azuis caminham para uma época que pode ser histórica. Contudo, ainda falta muito campeonato e todas têm de estar unidos e esperar que os bons ventos continuem a soprar para embalar a caravela azul.

capturar011

Renovações

O Belenenses anunciou, ontem, a renovação de contrato com Gonçalo Brandão até junho de 2018 e com Fábio Nunes até junho de 2017.

A equipa continua, hoje, a preparar a deslocação ao Estádio do Bessa para a 1.ª jornada da Taça da Liga. o treino realiza-se as 10 horas no sintético do Estádio do Restelo.

Depois do ensaio de hoje, Lito Vidigal concede dois das de folga ao plantel sendo que o regresso aos trabalhos está previsto para o próximo sábado. Recorde-se que o Belenenses defronta o Boavista no domingo.

por ORLANDO FERNANDES

1Logobola

Fredy: «Objetivo é voltar ao Belenenses»

VAI PARA O RECREATIVO DO LIBOLO ATÉ 2017

Apareceu com lágrimas nos olhos no “flash interview” que se seguiu ao jogo com o Rio Ave e ontem despediu-se de toda a estrutura. Falamos de Fredy, que vai representar o Recreativo do Libolo até 2017, mas espera regressar ao Restelo. “O sentimento é estranho. Tristeza por abandonar a minha casa, e simultaneamente contente, porque vou integrar um novo projeto. O futuro a Deus pertence, mas o meu objetivo é regressar um dia ao Belenenses”, garante.

Em termos de carreira, o extremo parte com metas definidas. “Quero ser campeão angolano, dar o máximo na Liga dos Campeões Africana e representar a Seleção”, explica, não esquecendo os amigos que vai reencontrar. “Serei colega do Rudy, meu primo direito com quem falo todos os dias, e do Diawara, um grande amigo que é sempre bom rever. Como adversário, vou partir uma perna ao Diakité (risos). E um excelente homem com cabeça de menino. Está sempre na brincadeira, para que ninguém esteja triste”, lembra.

O grito

Fredy era o homem do grito antes dos jogos quando todo o grupo se unia junto ao banco. “1, 2, 3, Belém, Belém, Belém” era a senha. Para já, não há sucessor, mas alguém irá assumir esse papel. “Sou eu que dou o grito há muitos anos. Vou sentir a falta, mas tenho a certeza que quem o fizer, transmitirá a mesma força e a mesma vontade”, conclui.

COMPANHEIROS NÃO ESCONDERAM A EMOÇÃO

Despedida comovida

A despedida de Fredy foi emocionada no balneário e companheiros houve que expressaram os sentimentos nas redes sociais. Foi o caso de Gonçalo Brandão, Pelé e Camará, todos formados no Restelo.

Esta não é fácil. Parece que te estou a ver a pela primeira vez nos seniores, irreverente e humilde e todos dizerem este puto joga muito! Foste um dos que impulsionaram o meu regresso e agradeço-te o que fizeste por este clube, o nosso clube. És e serás sempre um referência e um exemplo para nós”, disse o defesa, enquanto o trinco acrescenta não ter palavras “para descrever a importância” do extremo na sua adaptação. “Sempre me trataste como um irmão mais novo”. Finalmente, o avançado refere: “És um irmão. São muitas as coisas que podia dizer a teu respeito, mas isto é um até já.”

Autor: JOÃO PEDRO ABECASIS

Fotos: MIGUEL BARREIRA

Capturar01

BELENENSES RENOVA COM DUPLA

Gonçalo Brandão e Fábio Nunes prolongaram contrato, no dia em que Fredy se despediu para rumar ao Libolo por duas épocas

Rui Pedro Soares, líder da SAD do Belenenses, anunciou ontem, via rede social Facebook, a renovação dos contratos do defesa-central Gonçalo Brandão e do extremo Fábio Nunes.

No caso do primeiro, o contrato prolonga-se agora até 2018 enquanto que o segundo continua até 2017.

Enquanto esta dupla fica segura no Restelo, Fredy volta ao Libolo, clube ao qual já esteve emprestado em 2012, agora em definitivo por duas épocas.

O valor do negócio não foi revelado mas, sabe O JOGO, foi muito abaixo dos quatro milhões da cláusula de rescisão.

No adeus ao extremo formado no clube – jogou 156 vezes como sénior – Rui Pedro Soares, deixou a convicção de que, um dia, Fredy voltará. Já os colegas, deixaram palavras emocionadas através das redes sociais e as emoções aumentaram no jantar de Natal do plantel, à noite.

por PEDRO MIGUEL AZEVEDO

Capturar1

Site Meter

Mapa Mundo


contador visitante

Visitas do Mundo!

Mapa Mundo - Hora Mundial